‘Cha: An Asian Literary Journal’ quer gente de Macau a escrever histórias e poemas estimulantes

A participação no número dedicado a Macau da ‘Cha: An Asian Literary Journal’ está aberta a todos os autores aqui estabelecidos ou que estejam a escrever sobre o território. A revista procura trabalhos “bem escritos, originais e estimulantes”. A escritora Susanna Un (Un Sio San, à direita na foto) e o jornalista, co-fundador e ex-director de programação do Festival Literário de Macau, Hélder Beja (à esquerda na foto), são os editores convidados da edição ‘‘Writing Macau’, com publicação prevista para Março de 2019. As contribuições podem ser enviadas até 31 de Dezembro.

Texto: Cláudia Aranda

Fotografia: Eduardo Martins

A revista literária online ‘Cha: An Asian Literary Journal’ vai dedicar um número a Macau, com publicação prevista para Março de 2019, e, para isso, já abriu candidaturas na segunda-feira, dia 1 de Outubro, convidando a comunidade ao envio de contribuições.

“Estamos à procura de trabalhos bem escritos, originais e estimulantes”, destacou Tammy Ho Lai-Ming, fundadora e co-editora de ‘Cha: An Asian Literary Journal’ (www.asiancha.com). A editora quer “trabalhos inéditos”, embora algumas excepções possam ser feitas no caso de artigos já publicados, mas que sejam relevantes, sublinhou. “Todos os escritores podem enviar trabalhos para a edição ‘Writing Macau’”, explicou Tammy Ho Lai-Ming. Não existem critérios específicos, excepto que as peças precisam de ser sobre Macau ou da autoria de escritores e artistas de Macau e “que apresentem perspectivas interessantes do local”, acrescentou. A edição ‘Writing Macau’  vai incluir, também, uma secção de resenhas de livros e filmes sobre Macau.

Como editores convidados para esta edição, a revista conta com a colaboração da escritora local Susanna Un (Un Sio San), e de Hélder Beja, jornalista, co-fundador e ex-director de programação do Festival Literário de Macau – Rota das Letras. “Convidei o Hélder e a Susanna para examinarem as propostas, porque ambos conhecem Macau muito bem e são ambos antigos colaboradores da ‘Cha: An Asian Literary Journal’. Apenas ex-colaboradores podem ser editores convidados da revista”, esclareceu a co-editora. A publicação espera, também, que Susanna Un e Hélder Beja solicitem trabalhos a escritores e artistas que admirem ou julguem relevantes. A decisão final, na selecção, no entanto, pertencerá sempre aos editores Tammy Ho Lai-Ming e Jeff Zroback. “O Hélder e a Susanna vão ler as contribuições de poesia e prosa e vão fazer os seus comentários, que ajudarão os editores, eu e Jeff Zroback, a tomar as decisões finais”, sublinhou a editora.

Esta é a primeira vez que os dois editores convidados de Macau são desafiados a colaborar com a ‘Cha’, sendo que  Tammy Ho Lai-Ming acredita “na sua avaliação crítica e estética daquilo que é um bom poema, uma boa história, um bom ensaio”.

Para Hélder Beja “é interessante e importante que a ‘Cha’ tenha decidido dedicar um número especial a Macau, julgo que é a primeira vez que tal acontece. Macau tem um enorme potencial literário, ao mesmo tempo muito pouco explorado no que toca tanto à sua história como à sua contemporaneidade. Iniciativas como esta são relevantes para estimular quem se interesse pela escrita e pela literatura a ensaiar um conto, uma crónica, uma série de poemas sobre este lugar tão especial”.

O jornalista e editor não tenciona convidar ninguém em particular para participar, mas promete divulgar amplamente o projecto. “Julgo que o mais importante é lançar este desafio a todos quantos se possam interessar por escrever esta cidade”, afirmou. “Da minha parte, tudo farei para ajudar a divulgar esta iniciativa e espero que as pessoas que vivem em Macau ou se interessam por Macau escrevam e participem nesta edição”, disse.

Susanna Un está confiante que os autores de Macau vão aderir ao projecto. “Há muitos escritores em Macau, alguns deles escrevem em inglês. Além disso, a ‘Cha’ é uma revista fabulosa e é uma boa oportunidade para os escritores de Macau aumentarem o seu prestígio”, afirmou ao PONTO FINAL. A poeta e ensaísta local, licenciada pela Universidade de Pequim e pela Universidade de Toronto, cujas obras são conhecidas pelas influências do Ocidente e do Oriente, tenciona convidar pessoalmente autores que gostaria que participassem, não obstante querer descobrir possíveis novos escritores ou poetas que venham a participar.

O período de envio das contribuições teve início a 1 de Outubro de 2018 e prolonga-se até 31 de Dezembro, estando prevista a publicação desta edição em Março de 2019. A revista, fundada em 2007, é a primeira e actualmente a única publicação literária internacional on-line baseada em Hong Kong. Nos últimos anos, tem publicado duas edições por ano, com enfoque em dois lugares ou regiões da Ásia, a fim de destacar as localidades e povos asiáticos específicos. No ano passado, foram publicadas “Writing Japan”, em Junho, e “Writing Hong Kong”, em Dezembro. Este ano foi destinado a “Writing the Philippines”, em Abril, e “Writing Singapore”, em Outubro. O ano de 2019 será, então, dedicado a Macau e ao Vietname.

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s