Faleceu Henrique Novais Ferreira, o decano dos engenheiros civis do território

3-novais-ferreira

Henrique Novais Ferreira, engenheiro civil que esteve ligado à construção de algumas das mais notáveis obras de engenharia do território, faleceu no sábado, aos 94 anos, noticiou ontem a Rádio Macau. Nas duas últimas décadas, o decano dos engenheiros civis do território deu o seu contributo a projectos como o Aeroporto Internacional de Macau, a Ponte Flor do Lótus, a Ponte da Amizade, o túnel da Guia ou o Pavilhão dos Jogos da Ásia Oriental, no Cotai.

Novais Ferreira chegou a Macau na recta final da administração portuguesa, quando estava a ser criado o Laboratório de Engenharia Civil do território e onde, segundo o próprio, viveu a terceira e última das suas três vidas. Nascido em Angola, de filho de pais transmontanos, fez o curso de engenharia civil no Instituto Superior Técnico e ingressou pouco depois no Laboratório Nacional de Engenharia Civil de Macau, onde atingiu o estatuto de investigador coordenador, um título equivalente ao de professore catedrático.

Depois de ter trabalhado durante um quarto de século na sua Angola natal, Novais Ferreira regressou a Portugal, onde desempenho funções profissionais até 1990, ano em que rumou a Macau.

Trabalhador incansável, Novais Ferreira recebeu a comenda da Ordem de Mérito da República Portuguesa em 2013, ano em que foi alvo de uma homenagem no Clube Militar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s