Cancelada edição deste ano do IFFAM e Goodridge deixa cargo de director artístico do festival 

FOTOGRAFIA GONÇALO LOBO PINHEIRO

Mike Goodridge vai deixar o cargo de director artístico do Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios de Macau (IFFAM) e, ao PONTO FINAL, adiantou que a edição deste ano não se vai realizar. Além disso, o futuro do festival também está em risco, avançou.

André Vinagre

andrevinagre.pontofinal@gmail.com

O Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios de Macau (IFFAM) não se vai realizar e está em dúvida para o futuro. Quem o diz é Mike Goodridge, que até aqui era director artístico do festival e que também está de saída. “Vou deixar o cargo porque o evento não se vai realizar este ano e porque há incerteza sobre o futuro do festival”, disse Goodridge ao PONTO FINAL.

Numa nota divulgada na terça-feira pela Good Chaos, empresa de produção fundada por Goodridge, o antigo director artístico do IFFAM diz ter tido uma “experiência incrível” em Macau, onde foi criado um evento “para toda a região e para o mundo”. “O futuro da IFFAM é incerto numa era de Covid e de alterações locais abruptas, mas desejo-lhe prosperidade contínua”, referiu Goodridge citado pela nota da Good Chaos.

O PONTO FINAL tentou contactar a Sun Entertainment, empresa do Grupo Sun City que organiza o festival, sobre o fim do IFFAM, mas não obteve resposta até ao fecho da edição. A Direcção dos Serviços de Turismo (DST) não faz parte da organização do IFFAM desde a edição do ano passado.

O IFFAM foi criado em 2016 e, nos últimos cinco anos, recebeu as estreias em Macau e Hong Kong de filmes como “The Shape of Water”, “Green Book”, “JoJo Rabbit”, “The Favourite and Judy”, “Paddington 2” e “Shaun the Sheep 2: Farmageddon”.

Além disso, o festival mostrou títulos em língua chinesa, tais como “Better Days”, “Dwelling In The Fuchun Mountains”, “Love Poem”, “To Live To Sing”, “Wisdom Tooth”, “The Pluto Moment”, “Up The Mountain”, “Xiao Mei” e “Wrath Of Silence”.

Ao longo dos anos, os presidentes do júri incluíram Laurent Cantet, em 2017, Chen Kaige, em 2018, Peter Ho-sun Chan e Christian Mungiu, em 2019 e Ning Hao, no ano passado. Entre os convidados visitantes estiveram Donnie Yen, Aaron Kwok, Joan Chen, Zhou Dongyu, John Woo, Takashi Miike, Li Shaohong, Diao Yinan, Nicolas Cage, Juliette Binoche, Jeremy Renner, Lily James, Wang Xiaoshuai, Anthony Chen, Barbara Sukowa, Udo Kier, Michelle Yeoh, Jessica Hausner, Zhang Hanyu, Shekhar Kapur, Ben Wheatley, Christopher Doyle, Samuel Maoz, Asa Butterfield, Joe Cole, Tom Cullen, Danis Tanovic, Phillip Noyce, Mabel Cheung, Midi Z, entre outros.

A edição de 2020 do IFFAM, que se realizou entre 3 e 8 de Dezembro, foi totalmente online devido às restrições da pandemia. “Falling”, Limbo” e “Spring Blossom” foram apresentados em Macau, numa edição em que o homenageado foi o realizador japonês Hirokazu Koreeda.

Leave a Reply

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s