Serviços de Saúde assinalam Dia Mundial da Doença de Alzheimer

FOTOGRAFIA EDUARDO MARTINS/ARQUIVO

Os Serviços de Saúde assinalaram o Dia Mundial da Doença de Alzheimer e apelaram à população para a importância do conhecimento geral sobre demência, no sentido de perceber quais são os factores de risco da demência e das suas alterações, bem como tentar a prevenção precoce e identificar os primeiros sintomas da demência.

Num comunicado, os Serviços de Saúde aproveitam para explicar que a demência é causada por diferentes factores de risco, alguns dos quais podem ser alterados, ou seja, o risco a sofrer de demência pode ser reduzido. Segundo dados disponíveis há 40% de doentes com demência pode ser prevenida.

Um dos factores preventivos apontados pelos Serviços de Saúde nos primeiros anos de vida é receber a educação adequada. Na meia-idade, factores como a perda de audição, lesão cerebral traumática, hipertensão, consumo excessivo de álcool e obesidade são factores determinantes para a demência. Na terceira idade, de forma a prevenir a demência, há que evitar fumar, evitar a depressão, manter a comunicação social, praticar exercício moderadamente, reduzir a influência do ar poluído e evitar a diabetes, dizem os Serviços de Saúde.

A fim de promover as informações sobre prevenção da demência, este ano os Serviços de Saúde, a Comissão de Prevenção e Controlo das Doenças Crónicas e o Instituto da Acção Social, lançaram em conjunto a actividade “Venham praticar os exercícios para prevenir a demência”, que combina mais de cem membros da Aliança da Comunidade Amigável da Demência em Macau, com o objectivo de incentivar a prática de exercício nas várias faixas etárias e prevenir a ocorrência de demência através dos hábitos de vida saudáveis.

“A demência não é um processo normal de envelhecimento e a intervenção precoce pode ajudar os doentes a retardar a doença, pelo qual motivo os conhecimentos supra é essencial”, explicam os Serviços de Saúde, acrescentando que algumas das primeiras manifestações de demência são a degradação da memória, dificuldades na fala, confusão sobre pessoas ou lugares e passividade. “A construção de comunidade amiga das pessoas com demência que pode ser prevenida e retardada depende de esforços pelos todos os sectores da sociedade”, conclui o comunicado dos Serviços de Saúde.

Leave a Reply

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s