Jornalistas da TDM avisados para não divulgarem informações contrárias às políticas do Governo Central

FOTOGRAFIA: GONÇALO LOBO PINHEIRO

Os jornalistas da TDM foram chamados ontem para uma reunião onde lhes terá sido pedido para promoverem o patriotismo e para não divulgarem informações ou opiniões contrárias às políticas do Governo Central, por exemplo. O PONTO FINAL sabe também que a comissão executiva informou que o incumprimento destas normas resultará em despedimento com justa causa.

André Vinagre

andrevinagre.pontofinal@gmail.com

Os profissionais da Teledifusão de Macau (TDM) deverão promover o patriotismo e o amor à pátria, não deverão divulgar informação ou opiniões contrárias às políticas do Governo Central e deverão apoiar as medidas adoptadas pelo Governo da RAEM. Terão sido estas as principais conclusões de uma reunião geral de trabalhadores dos canais portugueses da TDM que aconteceu ontem. O PONTO FINAL apurou que a administração da estação terá também avisado que quem desobedecer às normas apresentadas será alvo de despedimento com justa causa. 

Além disso, na reunião de ontem, foi sublinhado que a TDM é um órgão de divulgação de informação do Governo Central e da RAEM e que a estação deve divulgar as políticas do Executivo local expressas nas Linhas de Acção Governativa (LAG).

Por outro lado, os jornalistas foram informados de que a TDM deve divulgar o princípio “Um Centro, Uma Plataforma, Uma Base”, deve também divulgar o significado da ligação entre as culturas chinesas e ocidentais e aprofundar a divulgação e a promoção das relações da China com os países de língua portuguesa. Foi ainda dito que a TDM apoia o princípio de que Hong Kong deve ser governada por patriotas. Por fim, foi referido que o manual editorial da TDM, de 2011, deixou de estar em vigor, sem que tivesse havido qualquer aviso prévio sobre isso.

Para concretizar esses objectivos, a comissão executiva irá fazer os ajustamentos estruturais necessários, ao nível do pessoal e programação. Estas indicações foram transmitidas aos trabalhadores dos canais portugueses da TDM apenas verbalmente, não lhes tendo sido pedido que assinassem qualquer documento.

Ao que o PONTO FINAL apurou, estas informações foram passadas aos trabalhadores dos canais portugueses da TDM através da direcção de informação do canal, que terá sublinhado que as indicações vieram da administração e que esta já era uma versão negociada pela direcção de informação dos canais portugueses com a comissão executiva. Na reunião de ontem, não esteve presente nenhum membro do conselho executivo.  

O PONTO FINAL tentou confirmar o conteúdo desta reunião junto de Lorman Lo Song Man, mas sem sucesso, uma vez que a presidente da comissão executiva da TDM não estava disponível e não respondeu ao e-mail enviado até ao fecho da edição. Também não foi possível confirmar o conteúdo desta reunião junto de João Francisco Pinto, director de informação e programas dos canais portugueses da TDM, nem de Gilberto Lopes, director-adjunto de informação e programação portuguesa da TDM-Rádio Macau.

Recorde-se que, segundo noticiou ontem o jornal Tribuna de Macau, a comissão executiva da TDM decidiu renovar as comissões de serviço de João Francisco Pinto e Gilberto Lopes por apenas seis meses, entre Abril e Setembro, ao invés do período de um ano, como era habitual até aqui.

Lorman Lo foi nomeada para os cargos de presidente da Comissão Executiva e de vice-presidente do Conselho de Administração da TDM em Setembro do ano passado. Até à data, os cargos eram ocupados por Manuel Pires.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s