Fim-de-semana de Jazz começa em Hengqin e termina em Beishan com cinco bandas

A edição de 2018 do Festival de Jazz de Beishan realiza-se este fim-de-semana, com arranque na sexta-feira em Hengqin e encerramento no domingo na vila de Beishan. Há cinco bandas de jazz a actuar, os B’s Bees, do Canadá, os finlandeses Kari Ikonen Trio, os noruegueses Espen Breg Trio e os austríacos Dusha Connection. O quarteto de Jerry Bergonzi, que junta o saxofonista norte-americano Bergonzi e músicos da Dinamarca, encerra o festival no domingo, no palco do Teatro de Beishan, onde o festival acontece desde a sua fundação.

TEXTO: Cláudia Aranda

No total actuam cinco bandas no Festival de Jazz de Beishan, entre 12 e 14 de Outubro. Nos dois primeiros dias, a 12 e a 13, está programada uma sessão em Hengqin, com a actuação de quatro bandas na ‘Central Plaza’ do Hengqin Creative Valley, conforme se lê na página electrónica do evento. No domingo, dia 14, o espectáculo, intitulado “The Good One Session”, transfere-se para o teatro da antiga vila de Beishan, em Zhuhai, onde o festival se realiza desde a sua fundação. Neste dia tem lugar uma única actuação, pela banda que é cabeça de cartaz do festival, o quarteto de Jerry Bergonzi, entre as 19 horas e as 22h30. O quarteto, ao qual se associam músicos dinamarqueses, é liderado pelo saxofonista norte-americano Jerry Bergonzi, considerado um dos grandes inovadores do jazz ainda no activo. O músico, com mais de 70 anos, fez digressões com Dave Brubeck nos anos de 1970, e gravou álbuns com músicos como Joey Calderazzo, Adam Nussbaum e Mulgrew Miller.

Jerry Bergonzi e o seu quarteto é antecedido na sexta-feira e no sábado pelas actuações do trio Espen Berg, da Noruega, os B’s Bees, que reúne músicos do Canadá e dos Estados Unidos da América, os austríacos Dusha Connection e os finlandeses Kari Ikonen Trio, entre as 18h30 e as 21 horas.

Os canadianos B’s Bees, que tocam na sexta-feira em Beishan, e no sábado no Festival Internacional de Jazz de Hong Kong, são uma banda de ‘hard rock jazz’, de Montreal. A banda liderada pelo baterista Brandon Goodwin lançou um primeiro álbum homónimo em 2015, seguindo-se  “Dear Charlie”, em Janeiro de 2018, sendo este uma homenagem a Charlie Haden. O terceiro álbum da banda, Kanata, lançado em Abril deste ano, foi amplamente aclamado pela crítica.

Os finlandeses Kari Ikonen Trio estão no activo desde 2012. Contam com Kari Ikonen nas teclas, Olli Rantala no baixo e Markku Ounaskari na bateria. Já editaram três álbuns, “Bright”, “Beauteous Tales e Offbeat Stories” e “Wind, Frost & Radiation”, lançado em Abril de 2018.

Espen Berg, nascido em 1983, é um pianista e compositor norueguês, que faz digressões desde 2003. O Espen Berg trio, que toca em Beishan no sábado, dia 13, é composto por Berg no piano, Bárður Reinert Poulsen no baixo, e Simon Olderskog Albertsen na bateria. Foram considerados a maior e mais importante descoberta do JAZZ JAPAN no primeiro semestre de 2016.

O grupo Dusha Connection, da Áustria, é composto por Emilio Skarwan, no baixo, Esad Halilovic, na bateria, e Sebastian Schneider no piano. O trio despertou grande atenção com seu novo álbum “Merak”, descrito como “uma nova, brilhante e ousada interpretação do jazz clássico”. Até 11 de Outubro, o bilhete custa 98 yuans (cerca de 114 patacas), valor que sobe para 138 yuans (161 patacas), às portas do espectáculo.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s