Wushu: Terceiro encontro estreia campeonato mundial universitário

O “Encontro de Mestres de Wushu 2018” vai estrear, pela primeira vez, um campeonato universitário mundial, que irá trazer ao território cerca de 180 atletas oriundos de 26 países. A iniciativa, que decorre entre 2 e 5 de Agosto, irá contar com um orçamento de 18 milhões patacas.

Primeiro Encontro de Mestres de Wushu de Macau
FOTO EDUARDO MARTINS

Pedro André Santos

Macau volta a acolher, pelo terceiro ano, o “Encontro de Mestres de Wushu”, iniciativa dedicada às artes marciais que registou no ano passado a participação de 80 mil espectadores, referiu ontem Pun Weng Kun à margem da apresentação do programa deste ano do evento, que se irá realizar entre 2 e 5 de Agosto.

“Este é o terceiro ano que organizamos este evento, nas organizações passadas ganhámos grande reconhecimento pela comunidade do wushu de outros países, esperamos que com o acumular das nossas experiências possamos utilizar o palco de Macau para divulgar não só o wushu, como outros elementos para atrair mais turistas”, referiu o presidente do Instituto do Desporto.

Contando com um orçamento semelhante ao do ano passado, cifrado em 18 milhões de patacas, a edição deste ano irá estrear o “Campeonato Mundial Universitário de Wushu da FISU” [Federação Internacional do Desporto Universitário], que irá contar com a participação de cerca de 180 atletas de 26 países ou regiões. Na ocasião, os jovens irão participar em diversas competições de Taolu e Sanda, acrescentou a organização.

Para além do campeonato mundial universitário, que irá decorrer no Fórum Macau, a edição deste ano do “Encontro de Mestres de Wushu” terá ainda o Festival Wushu de Verão, com actividades na praça do Tap Seac e no Jardim do Mercado do Iao Hon; a Competição Internacional de Taolu, agendada para pavilhão do Estádio do Centro Desportivo Olímpico; o Campeonato de Danças de Dragão e Leão de “Uma Faixa, Uma Rota”, por convite, que contará com equipas da China continental, Malásia, Singapura, Indonésia, Vietname, Tailândia, Myanmar, Hong Kong e Macau; o Campeonato dos Desafiadores de Sanda e a Parada de Wushu e de Danças de Dragão e Leão, com equipas formadas “pelas elites locais e estrangeiras”, refere ainda a organização.

“No ano passado a nossa edição registou a participação de 80 mil espectadores, acreditamos que vamos aumentar esse número este ano”, referiu ainda Pun Weng Kun, esperançado em “fazer ainda melhor” comparativamente às edições anteriores.

Primeiro Encontro de Mestres de Wushu de Macau
FOTO EDUARDO MARTINS

Eventos que promovem o turismo

Igualmente presente na cerimónia de apresentação do evento, Maria Helena de Senna Fernandes destacou o crescimento “em termos de conteúdo e também em termos de influência” do “Encontro de Mestres de Wushu”, que vai para a sua terceira edição.

“Antigamente estávamos sempre a ver Macau como um local de casinos, mas hoje em dia há diferentes eventos, não só este, como outros que são desenvolvidos durante todo o ano. Estão a mostrar Macau numa outra óptica para o mundo”, disse a directora dos Serviços de Turismo (DST), à margem da apresentação do programa do “Encontro de Mestres de Wushu 2018”.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s