DSEJ afirma que denúncia de suspeita de assédio sexual é “falsa”

 

A Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ) rejeitou a denúncia sobre o alegado comportamento inapropriado de um professor da Escola Secundária Sam Yuk perante alunas considerando-a “falsa”, clarificando que nunca pediu que as próprias estudantes comunicassem com o professor e que protegeu adequadamente a sua privacidade, avançou a Ou Mun Tin Toi.

A história foi revelada pela Macau Concealers na segunda-feira, que reportava que um professor da Escola Secundária Sam Yuk teria alegadamente assediado estudantes do sexo feminino, incluindo tocar nas suas faces e costas.

Kong Ngai, director do Departamento de Educação da DSEJ, contactou a Rádio Macau através do programa “Fórum Macau” para rejeitar a denúncia. O responsável afirmou que o organismo recebeu uma queixa no final de Abril e deu início a reuniões com estudantes. Durante a investigação, duas alunas declararam que se sentiram desconfortáveis quando o professor envolvido estava “muito perto delas nas aulas”. Nunca disseram que houve qualquer tipo de “contacto físico”, disse Kong. De acordo com Kong Ngai, a escola respondeu que conduziu uma investigação e avisou todo o corpo docente para cumprir rigorosamente o código de conduta; e que não aconteceram incidentes semelhantes desde então.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s