Homem saltou com a filha de dois anos do One Oasis para a morte

Uma briga entre um casal natural de Hong Kong acabou com a morte do pai e da filha de dois anos. Por sua vez, a mãe teve de ser transportada para o hospital, depois de ter sido atacada pelo namorado com uma faca.

João Santos Filipe

joaof.pontofinal@gmail.com

 

Um homem, de 34 anos, saltou ontem com a filha, de 2 anos, do empreendimento One Oasis para a morte, por volta das 08h00. Segundo a informação avançada pela Polícia Judiciária ao PONTO FINAL, o acto do cidadão de Hong Kong aconteceu após ter tentado esfaquear a namorada, e mãe da filha, com quem tinha discussões frequentes nos últimos tempos.

De acordo com a PJ, tudo terá ocorrido depois da empregada doméstica ter deixado a casa do casal de Hong Kong, por volta das 07h00. Nessa altura, o homem foi à cozinha buscar uma faca para atacar a namorada, de 30 anos. Já no quarto do casal, atirou-se à mulher, que deixou ferida no peito.

Perante o ataque, a namorada fugiu para as escadas e depois para o corredor principal. Foi nesse local que viu o pai saltar, com a filha de dois anos, do edifício.

As mortes do homem e da criança foram confirmadas já no Hospital Conde São Januário, para onde foram transportados de urgência, tendo a namorada sido levada para o mesmo local. Apesar de ter sido atacada, a mulher não corre perigo de vida: “Ela sofreu alguns cortes, mas não foram sérios. Esteve sempre consciente e está em condição estável”, afirmou uma porta-voz da PJ, ao PONTO FINAL.

Quando foram chamadas ao local da tragédia, as autoridades encontraram uma faca coberta de sangue. Todas as três pessoas envolvidas no incidente têm Bilhete de Identidade de Hong Kong, apesar de viverem em Macau, onde a mulher trabalha.

“Segundo a mulher, ela e o namorado atravessavam uma fase muito complicada no relacionamento. O namorado tinha estado desempregado durante algum tempo, e só recentemente é que tinha encontrado emprego em Hong Kong, de onde tinha regressado por volta das 04h00”, explicaram as autoridades.

Enquanto esteve desempregado, era normal o pai ficar em casa a tratar da menina.

“Depois de regressar, a namorada disse que tudo parecia estar bem até por volta das 07h00, quando a empregada doméstica deixou a residência do casal. Nessa altura, ele tirou uma faca da cozinha e atacou a namorada, que estava no quarto. Ela fugiu pelas escadas para o corredor principal e foi quando viu o homem a saltar”, completou.

De acordo com a mesma fonte, o alerta foi dado por um segurança, porque a mulher de 30 ficou em estado de choque, e não quis ver o que se tinha passado com o namorado e a filha, após ter visto o homem saltar.

As autoridades não sabem, por enquanto, se os corpos vão ser transportados para Hong Kong, mas a fonte contactada pelo PONTO FINAL sublinhou que isso é uma decisão que “depende da família”.

Ao final da noite de ontem, a PJ ainda estava a investigar o caso para tentar perceber as razões que terão levado o pai a saltar com a filha para a morte.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s