Selecção de Taekwondo desloca-se a Kuala Lumpur a pensar no ouro

Nikola Maricic conquistou, no ano passado, o primeiro lugar no Campeonato Internacional de Taekwondo, na categoria ‘poomsae’, e parte para a Malásia, onde se realiza o torneio, com o objectivo de trazer mais uma medalha.

João Santos Filipe

joaof.pontofinal@gmail.com

 

A comitiva que vai representar Macau no Campeonato Internacional de Taekwondo parte, na terça-feira, para Kuala Lumpur e entre os objectivos está a conquista de pelo menos uma medalha. A grande esperança das cores de Macau é o atleta Nikola Maricic, natural da Croácia, que no ano passado conquistou o ouro na categoria poomsae, onde os atletas simulam situações de combate contra um adversário imaginário.

“O meu objectivo passa por conseguir conquistar uma medalha. Claro que preferia o ouro, depois de ter vencido no ano passado. Mas há dois anos já tinha conseguido a prata… Acho que no final se conseguir qualquer uma das medalhas já fico satisfeito”, afirmou Nikola Maricic, ao PONTO FINAL.

O atleta mostrou-se igualmente confiante numa boa exibição, devido à preparação feita ao longo do ano, assim como dos restantes colegas. A comitiva vai levar à Malásia cerca de oito praticantes.

“Estamos todos bem preparados, normalmente temos treinos intensos, de quatro vezes por semana, e alguns atletas mais novos treinam mesmo seis vezes por semana. Mas eu com a minha idade, já não preciso de cargas tão intensas”, explicou o atleta de 48 anos.

No ano passado, além da medalha de ouro conquistada por Maricic, Macau conseguiu outra de prata, na categoria de gyeorugi, a disciplina de combate livre no taekwondo.

No entanto, o responsável pelo feito, Lin Ka Ho, foi entretanto promovido a júnior e perante atletas bem mais experientes, as aspirações são limitadas.

“A subida a júnior complicou as coisas, até porque é o primeiro ano dele na categoria. Mas vai dar o seu melhor”, disse Maricic. “Houve atletas de Macau a prepararem-se muito intensamente, até com treinos no Interior da China. Houve um grande esforço nesta preparação”, acrescentou.

“Não nos podemos esquecer que apesar de ser difícil, todos temos hipóteses de ganhar, até porque um dos vencedores do ano passado, numa das categorias olímpicas, começou o torneio com uma derrota e não passou a primeira fase. Mas acabou repescado e venceu”, continuou.

Numa altura em que se finalizam os preparativos para a partida e viagem de terça-feira, Maricic admitiu que ao longo da competição é normal haver alguma ansiedade, mas sublinhou que o espírito de grupo ajuda a contrabalançar o sentimento.

O Campeonato Aberto Internacional de Taekwondo realiza-se entre 2 e 6 de Agosto, no Estádio de Badminton Cheras, e Nikolas Maricic entra em acção na quinta-feira.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s