Seis detidos e dois desaparecidos na China por homenagearem Liu Xiaobo

0.Liu Xia.jpg

Seis pessoas encontram-se detidas e duas estão desaparecidas após terem homenageado o Nobel da Paz chinês, Liu Xiaobo, que morreu este mês sob custódia da polícia, segundo dados compilados por activistas e amigos da família.

Pequim está a levar a cabo uma campanha contra activistas e outros cidadãos que prestaram tributo a Liu Xiaobo, activista pela democracia no país asiático, enquanto o paradeiro da viúva, Liu Xia, continua a ser desconhecido.

“O Governo tem medo de que, caso os actos de homenagem não sejam reprimidos com força, estes progridam para reclamações de liberdade contra a ditadura do Partido único”, afirmou ontem o ativista Ye Du, citado pela agência EFE.

Entre os detidos encontram-se advogados especializados em casos de Direitos Humanos ou activistas, como Wei Xiaobing, He Lin, Liu Guangxiao, Wang Meiju ou Li Shujia, que participaram numa comemoração em Cantão, no sul do país, ou em Jiang Jianjun, a localidade no noroeste do país onde a família partiu de barco para lançar as cinzas de Xiaobo.

Dois outros activistas permanecem desaparecidos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s