Sangue novo e produção operática dominam cartaz do XXXI FIMM

É com as atenções voltadas para os jovens intérpretes que o Festival Internacional de Música de Macau (FIMM) assinala a sua 31ª edição, sob o tema “Estrelas em Ascensão”, num programa que compreende 17 espectáculos. A abertura do FIMM decorre a 29 de Setembro, com a ópera “Andrea Chénier”, pelo Teatro Regio Torino, obra que assinala o 150º aniversário do nascimento do compositor Umberto Giordano. A 30 de Outubro será a Orquestra Filarmónica de Viena a fechar o festival, com duas noites de concertos em que Ludwig van Beethoven é a figura predominante.

1_20170725184106lDUM

Sílvia Gonçalves

Abre com “Andrea Chénier” – ópera em quatro actos de Umberto Giordano – o XXXI Festival Internacional de Música de Macau (FIMM). A produção do Teatro Regio Torino assinala o 150º aniversário do compositor italiano e nela não se esgotam as propostas operáticas. O programa contempla ainda “Orfeu e Eurídice”, ópera ao ar livre em três actos, de Christoph W. Gluck, produzida pela Ópera de Israel. Depois da primeira ópera de câmara produzida no território, na edição de 2016, o FIMM volta a juntar criadores e intérpretes locais para levar a palco uma ópera em um acto, “Um Sonho Perfumado”, assinada pelo dramaturgo Lawrence Lei. O encerramento de um programa onde o sangue novo assume particular destaque – este ano sob o tema “Estrelas em Ascensão” – acontece com dois concertos da Orquestra Filarmónica de Viena, onde figuram Beethoven, Strauss e Wagner. De Portugal, chega o Quarteto de Cordas de Guimarães. O festival conta este ano com um orçamento de 30 milhões de patacas, uma redução significativa face aos 38 milhões da edição anterior.

As convulsões da Revolução Francesa estão no centro da obra “realista”, de Umberto Giordano, “Andrea Chénier”, numa produção do Teatro Regio Torino, que conta com direcção musical de Marco Guidarini e encenação de Lamberto Puggelli, e que se apresenta, entre 29 de Setembro e 1 de Outubro, no Grande Auditório do Centro Cultural de Macau (CCM). A ópera volta a pontuar o programa do FIMM a 14 de Outubro, na mesma sala, com uma segunda produção local de ópera de câmara, depois de uma primeira produção apresentada no ano passado. “Um Sonho Perfumado” tem composição de Liu Chenchen e dramaturgia de Lawrence Lei. O libreto é assinado por Un Sio San.

A 21 e 22 de Outubro, a Ópera de Israel leva “Orfeu e Eurídice” à Fortaleza do Monte, ópera ao ar livre em três actos de Christoph W. Gluck. Uma interpretação resgatada dos anos de setecentos, de um encontro trágico que tem por base um episódio da mitologia grega.

Para além do habitual ciclo de concertos de músicos locais – o “Bravo Macau!” – que toma o palco do Teatro Dom Pedro V nas noites de 30 de Setembro e 1 de Outubro, o programa da 31ª edição do FIMM acolhe um conjunto de jovens intérpretes de vários pontos do globo. O Quarteto de Cordas Novus, da Coreia do Sul, apresenta-se a 7 e 8 de Outubro no Teatro Dom Pedro V. Já o jovem pianista Lukas Geniusas – que ganhou o segundo prémio na Competição Internacional de Piano Frédéric Chopin e na Competição Internacional Tchaikovski – sobe ao Pequeno Auditório do CCM a 27 de Outubro, com Chopin, Ravel e Prokofiev no reportório.

Da Alemanha chega o compositor e vibrafonista japonês El Fog (Masayoshi Fujita), que traz ao festival, a 13 de Outubro, um registo de música experimental, com influência do jazz e da música electrónica. O universo do jazz marca, de resto, presença no FIMM, a 29 de Outubro, na Fortaleza do Monte, com a vocalista norte-americana Jazzmeia Horn, vencedora do Thelonious Monk International Vocal Jazz Competition. De Portugal, chega o Quarteto de Cordas de Guimarães, agrupamento de jovens músicos, com Mozart, Philip Glass, Luís de Freitas Branco e Mendelssohn no programa, para ouvir no Teatro Dom Pedro V, a 28 de Outubro.

Com direcção do maestro Paavo Järvi, a The Deutsche Kammerphilharmonie Bremen apresenta-se, a 20 de Outubro, no Grande Auditório do CCM com um programa totalmente votado a Beethoven, que integra a Abertura de “As Criaturas de Prometeu”. O Coro Lírico Siciliano ou o Soweto Gospel Choir, de África do Sul representam diferentes dimensões sonoras, vinculadas à espiritualidade, dois concertos em espaços alternativos à sala convencional, na Igreja de São Domingos e na Fortaleza do Monte.

O programa do XXXI Festival Internacional de Música de Macau encerra com a Orquestra Filarmónica de Viena, dirigida pelo maestro Andris Nelsons, em dois concertos onde também Beethoven se afigura ao centro. A 29 de Outubro, no Grande Auditório do CCM, o concerto “O Pináculo Dourado” integra a Sinfonia nº8 em Fá Maior Op.93, de Beethoven, e Uma Vida de Herói, Op. 40, de Richard Strauss. A 30 de Outubro, a Filarmónica de Viena leva ao mesmo palco “Beethoven Imortal”, num programa que, além de duas peças do compositor alemão, inclui ainda o Prelúdio e “Liebestod” de Tristão e Isolda, de Richard Wagner. O XXXI FIMM integra ainda um Programa Extra Festival, composto por 19 actividades, que contempla palestras, conversas pré-espectáculo, visitas aos bastidores, workshops ou actividades comunitárias.

O presidente do Instituto Cultural, Leung Hio Ming, que ontem apresentou o programa à imprensa, justificou a redução do orçamento do festival, de 38 milhões de patacas, da edição de 2016, para os 30 milhões da presente edição, com alterações na lógica de promoção do FIMM: “O programa é com estrelas em ascensão, é mais barato. E andamos a fazer a divulgação do festival on-line, por isso os custos são menores”. Os bilhetes para o XXXI FIMM serão colocados à venda a partir do dia 6 de Agosto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s