Reclamação leva Comissão Eleitoral a adiar publicação da lista final de candidatos

Uma das 25 listas que concorrem às legislativas pelo sufrágio directo apresentou ontem queixa contra as deliberações iniciais da Comissão de Assuntos Eleitorais para a Assembleia Legislativa e o recurso está agora a ser analisado. Por trás da queixa poderá estar a lista “Novas Ideais”, mas nem o mandatário, nem o cabeça de lista confirmaram a informação.

1.eleiçoes.jpg

João Santos Filipe

 

O facto de uma lista candidata às Eleições Legislativas ter apresentado uma reclamação, alegadamente sobre irregularidades detectadas anteriormente pela Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa (CAEAL), levou a que publicação da lista final de candidatos fosse adiada. O organismo liderado por Tong Hio Fong adiou ainda duas reuniões que tinha agendadas para o dia de ontem.

Um dos encontros era entre os representantes das listas e o Comissariado Contra a Corrupção (CCAC), para o esclarecimento adicional de dúvidas sobre a campanha e estava marcado para as 15h00. O outro estava também agendado para a mesma hora, mas seria entre membros da CAEAL e os responsáveis pelos órgãos de comunicação social do território.

“Devido à recepção de reclamação de uma lista de candidatura, por parte da Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa (CAEAL), é necessário proceder-se de acordo com os trâmites definidos pela Lei Eleitoral, pelo que o encontro foi cancelado”, afirmou o Secretariado da CAEAL, ao PONTO FINAL, quando questionado sobre o cancelamento da reunião entre os representantes das listas e representantes do CCAC.

O PONTO FINAL questionou a Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa sobre a identidade da lista que teria apresentado a queixa, mas a comissão explicou que a legislação actualmente em vigor não permite que se divulgue neste momento o nome da candidatura em questão.

Segundo o PONTO FINAL conseguiu apurar, numa informação que carece de confirmação, a queixa terá partido da lista “Novas Ideais”, liderada por Carl Ching Lok Suen. Porém, questionado sobre o tema por mais do que ocasião, o mandatário e cabeça de lista Carl Ching evitou sempre os contactos telefónicos, pedindo para ser contactado mais tarde.

A “Nova Ideais” foi uma das listas que tinha sido obrigada a fazer alterações, devido à escassez de informação sobre o candidato Wong Wai Man. Como consequência, o candidato foi excluído das listas publicadas pela CAEAL, sem que a “Nova Ideais” tivesse apresentado uma alternativa.

As outras listas que também tiveram de fazer alterações foram: “Ajuda Mútua de Grassroots”, “Cor de Rosa Amar a População” e “Linha de Frente dos Trabalhadores de Casinos”.

“Uma vez decidida a reclamação apresentada, a CAEAL publicará, por edital que será afixado nas instalações onde funcionam a CAEAL, uma relação completa de todas as candidaturas admitidas”, explicou ainda a Comissão.

 

O adiamento não deixou de causar alguns inconvenientes, devido ao facto de ter sido apenas comunicado a poucas horas dos encontros. Esta versão foi explicada ao PONTO FINAL pelo cabeça de lista da Nova Esperança, José Pereira Coutinho: “É uma pena que a convocatória tenha sido desconvocada porque nós gostaríamos de ter uma comunicação mais eficiente com a CAEAL. Não é no próprio dia que se comunica. Tem de ser mais cedo”, afirmou José Pereira Coutinho. “Espero que a próxima convocatória seja feita o mais rapidamente possível”, acrescentou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s