Banco do Japão adia meta para garantir inflação de 2 por cento

 

A sign for the Bank of Japan is seen in Tokyo, Japan, Wednes
JAPAN – MARCH 14: A sign for the Bank of Japan is seen in Tokyo, Japan, Wednesday March 15, 2007. The yen held near a one-week high versus the dollar and advanced against the U.K. pound as investors reduced holdings of higher-yielding assets purchased with money borrowed in Japan. (Photo by Torin Boyd/Bloomberg via Getty Images)

O Banco do Japão (BoJ) voltou esta quinta-feira a adiar a data para alcançar uma inflação anual em torno dos 2 por cento, apontando agora para o segundo trimestre de 2019.

No relatório trimestral sobre as perspectivas económicas, o banco central japonês baixou em duas décimas o prognóstico sobre a inflação para o exercício fiscal de 2018, que termina em Março de 2019, em relação à previsão de Abril, e considerou que a subida média de preços pode situar-se à volta dos 1,5 por cento.

Isto aliena qualquer possibilidade de ultrapassar o referido exercício acima do nível de 2 por cento, valor que seria superado no ano fiscal de 2019, quando o BoJ espera um aumento dos preços de 2,3 por cento.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s