Amigos de Liu Xiabo desafiam regime chinês com homenagem ao Prémio Nobel

mw-860

 Um grupo de cerca de 20 amigos do dissidente chinês Liu Xiaobo desafiaram o regime comunista ao organizarem uma homenagem em Pequim, uma semana depois da morte do prémio Nobel da Paz 2010, que se encontrava detido.

Uma homenagem privada decorreu esta quarta-feira sob apertada vigilância policial, indicaram ontem participantes, que não revelaram o local onde a iniciativa decorreu.

As fotografias enviadas à agência noticiosa France-Presse mostram amigos do Nobel, preso desde 2008 e que morreu na semana passada, inclinados sobre uma fotografia de Liu Xiaobo, rodeada de flores.

Após a sua morte, devido a um cancro no fígado, a 13 de Julho num hospital em Shenyang (nordeste da China), qualquer referência a Liu Xiaobo tem sido cuidadosamente evitada pela imprensa chinesa, e alguns dos seus apoiantes foram impedidos de sair de casa para lhe prestar homenagem.

A cerimónia organizada na quarta-feira foi vigiada, do exterior, por vários agentes da segurança do Estado, que impediram algumas pessoas de assistir, relatou um participante: “Xiaobo partiu, mas nós ainda estamos vivos”, declarou, na cerimónia, Jin Yan, próximo do dissidente político, citado num comunicado divulgado hoje pelos organizadores. “Durante a luta pela democracia na Europa Oriental, muitas pessoas foram mortas ou enviadas para hospitais psiquiátricos. (…) Os vivos têm o dever de completar o que os mortos começaram”, sublinhou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s