Indonésia ilegalizou Hizb ut-Tahir, organização radical islâmica

O Ministério da Justiça indonésio anunciou esta quarta-feira a interdição da organização islamita radical Hizb ut-Tahrir, que defende a criação de um califado, sob um novo decreto presidencial criticado por grupos defensores dos direitos do homem.

O estatuto legal do Hizbut foi revogado para proteger a unidade nacional, disse Freddy Haris, um director geral no Ministério para Justiça e Direitos Humanos.

O decreto assinado na semana passada pelo Presidente Joko “Jokowi” Widodo dá ao Governo quase um poder desmedido para banir organizações que parecem ser contra a constituição e ideologia oficial do estado, conhecida como Pancasila, que defende a democracia e justiça social, escreve a Associated Press.

Grupos de direitos humanos afirmam que o decreto subestima o direito da liberdade de associação e que o governo pode facilmente abusar do seu poder. Mas os grupos muçulmanos apoiaram-no.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s