Bloqueios na fronteira. Wong Sio Chak furta-se a explicações

O caso está em análise pela Polícia de Segurança Pública e o seu conteúdo não pode ser divulgado. A curta explicação foi ontem transmitida pelo secretário para a Segurança, que, alegando razões de ameaça à segurança interna, não especificou porque razão o deputado de Hong Kong impedido de entrar em Macau no sábado passado se prefigurava uma ameaça à segurança da RAEM.

Sílvia Gonçalves

O secretário para a Segurança, Wong Sio Chak, recusou-se ontem a explicar a razão que conduziu à proibição de entrada em Macau, a 15 de Julho, do deputado do Conselho Legislativo de Hong Kong, Kwok Ka-ki. O Governante alega que o Executivo pode tomar uma decisão desta natureza quando está em causa uma ameaça à segurança interna do território, não especificando, contudo, porque constitui uma ameaça o parlamentar, membro do Partido Cívico, da vizinha Região Administrativa Especial.

Referindo-se ao episódio como um “caso isolado”, o secretário diz que o mesmo está a ser analisado pela Polícia de Segurança Pública (PSP), não podendo o seu conteúdo ser divulgado: “Cada local tem a sua política de controlo de entradas, cada país tem o poder de controlar qualquer ameaça à segurança interna. A Lei de Bases de Segurança Interna já regulamentou sobre isto. [Sobre] quem constituir uma ameaça à segurança interna o Governo pode fazer isto, o Governo pode tomar esta decisão”, respondeu ontem o secretário para a Segurança, em declarações à imprensa, sobre a razão que justificou o impedimento de entrada de Kwok Ka-ki.

Quando questionado sobre porque constitui uma ameaça o deputado do partido pró-democrata, Wong Sio Chak – que falou à margem do colóquio de celebração do 2º aniversário do programa televisivo “Polícia e Cidadão, a mesma missão” – nada esclareceu: “Qualquer caso é um caso isolado. Cada caso é isolado e os colegas da Polícia de Segurança Pública vão fazer uma análise de acordo com o caso concreto. Esta análise é secreta, não pode ser divulgada”, reafirmou.

As leis são para cumprir, defende secretário

Já sobre a decisão da Uber de suspender as suas operações em Macau, a partir da próxima sexta-feira, o secretário foi peremptório: “Fico satisfeito se todos cumprem a lei, esta é a minha atitude. Quando todos cumprem a lei, eu estou satisfeito. Não quero comentar. Quando alguém não cumpre a lei, deve sair”.

Wong Sio Chak pronunciou-se ainda sobre o caso da bandeira da República Popular da China que, no início deste mês, foi içada ao contrário no edifício do Terminal Marítimo do Porto Exterior, numa ocorrência que se encontra ainda sob investigação: “A Polícia Judiciária está a investigar. Se calhar daqui a alguns dias temos o resultado da investigação. Estamos a investigar, depois vamos divulgar as novidades”. Sobre o mesmo tema, durante o colóquio que ontem assinalou o 2º aniversário do programa televisivo “Polícia e Cidadão, a mesma missão”, o secretário para a Segurança já tinha assinalado: “Sobre a bandeira nacional, nós temos aplicado a lei, a PSP tem feito o seu trabalho. Nós respeitamos a bandeira nacional, apesar de ter ocorrido um caso recentemente, mas conseguimos corrigir e divulgar junto do público. Isto só mostra que respeitamos a bandeira nacional. Iremos reforçar o trabalho de execução da lei”, esclareceu.

Relativamente ao programa de informação policial, emitido pelo Canal Macau desde 25 de Julho de 2015, Wong Sio Chak sublinhou que este “proporciona aos cidadãos canais de intercâmbio para conhecerem, compreenderem , entenderem melhor e colaborarem na execução” dos trabalhos das forças de segurança. O secretário considerou ainda que o programa aumenta “igualmente o nível de sensibilização para a questão da segurança e da prevenção de crimes, juntando as sinergias resultantes da colaboração entre a polícia e os cidadãos na protecção da segurança da sociedade”.

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s