Voleibol: Selecção chinesa vinga derrota sofrida em Kunshan e vence EUA

Depois de terem perdido frente à selecção norte-americana na primeira ronda do Grande Prémio Mundial de Voleibol, as atletas chinesas alcançaram ontem uma desejada vitória sobre os EUA, ainda que apenas ao fim de cinco parciais. Num jogo marcado pela superioridade das jogadoras do Continente, as atletas dos Estados Unidos começaram a perder alento logo após o primeiro set e mantiveram-se praticamente sempre atrás das suas adversárias no marcador. 

 

A selecção chinesa de voleibol conseguiu arrancar ontem uma ambicionada vitória frente à congénere dos Estados Unidos da América (EUA), naquele que foi o terceiro e último dia da segunda jornada da edição de 2017 do Grande Prémio de Voleibol da Federação Internacional de Voleibol. Após a derrota por três sets a zero no confronto que esgrimiram durante a primeira jornada da competição, realizada em Kunshan, as jogadoras da República Popular da China (RPC) apresentaram-se à altura da contenda e venceram o encontro ao final de cinco sets. Apesar de as duas jogadoras que mais pontos conquistaram serem ambas da formação norte americana – Madison Kingdon (23) e Kelly Murphy (22) – tal facto não foi suficiente para assegurar o segundo triunfo consecutivo. As mesmas atletas chamaram a si o estatuto de melhores atacantes no âmbito do desafio, mas enfrentaram ao longo da partida o bloco das chinesas que se mostrou mais eficaz.

O primeiro set decorreu de forma equilibrada e sem um domínio óbvio de uma equipa sobre a outra e uma tal evidência reflectiu-se na pouca diferença de pontos que o marcador foi exibindo. A tensão foi crescendo quando as selecções atingiram a igualdade no marcador aos 23 pontos e que foi apenas resolvida quando as norte-americanas atingiram o 27º ponto, deixando para trás as chinesas com 25.

Nos segundo e terceiro sets as atletas da selecção chinesa mostraram querer brindar o público do território com  um triunfo e tiraram proveito da aparente desmotivação exibida por parte das atletas norte-americanas. A equipa chinesa manteve-se praticamente sempre à frente do marcador com diferenças que chegaram a ser de cinco pontos, mas nunca conseguiram arredar verdadeiramente a selecção norte-americana do seu encalço. Os dois sets foram resolvidos com duas investidas finais da capitã chinesa, Ting Zhu, aos quais a equipa dos EUA não conseguiu dar resposta.

Apesar do equilíbrio inicial no marcador e de se notar uma recuperação da formação norte-americana, a selecção dos EUA manteve-se praticamente sempre atrás no marcador durante a recta inicial do quarto parcial. Contudo, a parte final do set ficou marcada por um regresso do colectivo norte-americano ao seu melhor jogo: a perder por 20-16, a “Team USA” desferiu uma série de ataques que ditou um triunfo por 25-23.

O quinto e último set foi marcado por um início forte de ambas as equipas mas rapidamente as atletas chinesas começaram a ganhar vantagem no marcador. Apesar da recuperação das jogadoras norte-americanas no quarto parcial, no último set a formação dos EUA não foi além dos 11 pontos, dando a vitória no jogo às atletas chinesas.

 

 

Superioridade italiana em Macau

 

A segunda jornada em Macau do Grande Prémio de Voleibol da FIVB ficou marcada por uma exibição imaculada da selecção de Itália, que garantiu três triunfos noutros tantos jogos disputados. Frente às italianas, as equipas chinesa e turca não conseguiram vencer nenhum parcial, dando a vitória por três sets a zero de mão beijada à selecção de Itália. As norte-americanas não facilitaram o jogo às suas adversárias e foram necessários cinco sets para que as italianas alcançassem a vitória. Contrariamente, a selecção turca não conseguiu conquistar nenhum jogo e venceu apenas um parcial em cada um dos jogos contra os Estados Unidos da América e contra a República Popular da China.

Após Macau, Sendai e Caliningrado – cidades onde se disputou a segunda jornada da competição – segue-se Hong Kong, Banguecoque e Cuiabá, no Brasil, para a terceira e última ronda do torneio antes da grande final. Este ano a cidade chinesa de Nanjing foi a escolhida para acolher a fase decisiva do Grande Prémio de Voleibol da FIVB.

 

CVN

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s