Liu Xiaobo: China aponta o dedo ao mundo por “comentários irresponsáveis”

A República Popular da China anunciou na sexta-feira que enviou protestos diplomáticos a vários países, entre os quais os Estados Unidos, por “comentários irresponsáveis” sobre o caso de Liu Xiaobo, o dissidente chinês e Nobel da Paz que morreu na quinta-feira.

“Apresentamos protestos a alguns países para mostrar o nosso descontentamento”, afirmou em conferência de imprensa o porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros Geng Shuang.

Geng detalhou que entre os destinatários dos protestos constam os Estados Unidos da América e o alto comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad al Hussein.

A França e a Alemanha também figuram da lista.

O porta-voz chinês condenou os países que criticaram a forma como a China lidou com Liu, considerando que as críticas “têm fins ulteriores” e “não têm base nenhuma”, constituído uma “interferência” nos assuntos internos do país.

O mais conhecido activista chinês a favor da democracia morreu aos 61 anos, vítima de um cancro, enquanto cumpria uma pena de 11 anos de prisão por subversão contra o Estado.

Vários países ofereceram-se para dar tratamento médico a Liu, mas a China recusou-se a deixá-lo sair do país.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s