Julgamento levantou dúvidas que Ministério Público não esclareceu

 

Durante o julgamento, Ho Chio Meng e a testemunha Tam Wai Man falaram de um contrato para obras do Ministério Público, já sobre a liderança de Ip Son Sang, num valor próximo dos 7 milhões de patacas, que foi atribuído à empresa de um familiar de uma chefia de topo do gabinete do actual Procurador.

O caso foi admitido por uma das proprietárias, mas o Ministério Público nunca esclareceu o efectivo valor do contrato, mesmo depois de questionado pelos jornalistas, nem o nome da empresa.

Além disso, Ho Chio Meng mencionou a existência de uma lista com 14 nomes, de pessoas que tinha contratado, por cunha. Dos 14 nomes, apenas dois são conhecidos. Um é de Chan Hoi In, irmã de Sónia Chan, que foi contratada depois de um telefonema para Ho Chio Meng. O outro é Roque Chan, irmão da ex-secretária Florinda Chan, que também terá ligado para Ho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s