DSAL determina suspensão de obras em duas dezenas de estaleiros  

 

A Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL) inspeccionou este sábado 74 estaleiros de construção, tendo determinado a suspensão total ou parcial dos trabalhos em vinte dos locais inspeccionados. A DSAL, que endereçou também 66 recomendações a empreiteiros para melhoramentos, aplicou ainda sanções relativamente a 57 situações que considerou não seguras.

Na sequência das três mortes de trabalhadores verificadas na passada semana em diferentes empreendimentos do território, a DSAL deu início no sábado a um conjunto de visitas de inspecção com o objectivo de tomar o pulso aos preceitos de segurança e saúde ocupacional “a alguns dos 557 estaleiros de construção e locais de trabalho de Macau”. No sábado, o organismo procedeu à inspecção de 74 estaleiros de construção, tendo a DSAL “emitido 20 ordens de suspensão total ou parcial dos trabalhos e dado 66 recomendações aos empreiteiros para melhoramentos”, esclarece o organismo em comunicado. Na mesma nota, o Governo diz ainda ter aplicado sanções “relativamente a 57 situações não seguras envolvendo principalmente trabalhos em altura, riscos eléctricos, falta de medidas de protecção colectiva e outros”.

O organismo garante que vai continuar o trabalho de inspecção de todos os estaleiros de construção do território, e “incita todos os empreiteiros a fazer a supervisão da segurança dos estaleiros para garantir que os trabalhadores têm condições seguras durante a execução dos trabalhos”. A DSAL pretende ainda intensificar esforços “para promover e segurança e saúde ocupacional direccionada e fortalecer o diálogo e a cooperação com as associações de trabalhadores , organizações e empreiteiros, a fim de, em conjunto, levarem a cabo um sólido trabalho de segurança e saúde ocupacional no sector da construção civil”.

Para além da morte de um trabalhador na obra de construção de um parque temático num terreno da Taipa, pertencente à empresária Angela Leong, na passada semana faleceu também um trabalhador enquanto procedia aos trabalhos de manutenção de um elevador num edifício no NAPE. De acordo com o serviço em língua inglesa da TDM, um terceiro acidente no novo Hotel Morpheus, no empreendimento City of Dreams, resultou também na morte de um trabalhador, em resultado da queda de materiais de construção transportados por uma grua. Dois outros operários sofreram escoriações ligeiras.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s