Crise angolana deixa vendedores de cartões de telemóvel em apuros

A crise em Angola está a afectar todas as áreas de actividade incluindo quem faz vida, na rua, com a venda do chamado “saldo”, os cartões de recarga das operadoras de telemóveis, que se queixam de fortes quebras.

Antes da crise, que se agravou entre 2015 e 2016, estes vendedores de “saldo” contam que vendiam uma caixa com 50 cartões de 125 UTT (Unidade de Tarifária de Telecomunicações) em apenas um dia, mas que hoje dura praticamente uma semana, admitindo que continuam neste negócio informal apenas para garantir o sustento mínimo da família.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s