Criatividade no combate à droga e à toxicodependência

 

O Instituto de Acção Social distinguiu ontem as vinte famílias que criaram as melhores narrativas no âmbito da prevenção e do combate à toxicodependência.

A iniciativa serviu para assinalar o Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado anualmente no dia 26 de Junho.

 

 

Joana Figueira

joanafigueira.pontofinal@gmail.com

 

 

Foram 20, os agregados familiares que foram ontem distinguidos pela criação dos melhores enredos e narrativas centrados na prevenção da toxicodependência e na promoção de hábitos de vida saudáveis. A iniciativa partiu do Instituto de Acção Social (IAS) com o propósito de assinalar o Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, data celebrada no dia 26 do mês passado. O Instituto de Acção Social dinamizou este domingo uma cerimónia de entrega de prémios na qual estiveram envolvidas cerca de uma centena de pessoas, na Casa de Educação de Vida Sadia.

“[Esta] competição constitui uma experiência nova, que proporciona aos encarregados de educação e aos seus filhos uma oportunidade de, no decorrer do processo criativo, estreitar a comunicação e proporcionar no seio da família um ambiente saudável que favorece o estabelecimento de uma vida sem drogas, tendo a actividade cativado a participação de muitas famílias”, disse o vice-presidente do IAS, Hon Wai, sobre a “Competição de Criação de Histórias para Pais e Filhos sobre Vida Saudável”.

Durante a cerimónia, foram entregues dez prémios de distinção e dez prémios de excelência, os quais incluem um certificado e um vale para compra de livros no valor de 800 patacas e de 400 patacas, respectivamente. Previamente, a comissão organizadora realizou um workshop para dar a conhecer técnicas de escrita criativa aos participantes: “A fim de aprofundar a participação das famílias no combate à toxicodependência, o IAS irá, na fase seguinte, organizar uma competição de dramatização dos contos, relativa aos trabalhos premiados. Tomando como base esses contos, os encarregados de educação irão recorrer a formas animadas e diversificadas para os representar (…)”, anunciou Hon Wai. Ontem, na Casa de Educação de Vida Sadia, houve espaço para apresentações teatrais e musicais, feitas pelo Grupo de Cantores da Igreja Evangélica do bairro da Praia do Manduco e pelo Centro de Serviços do Desafio Jovem Macau.

Para além de ter como objectivo aproximar pais e filhos, o concurso procura sobretudo alertar para a prevenção da toxicodependência e do envolvimento de crianças e jovens em redes de tráfico de droga.

O Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1987, para criar uma maior consciência pública sobre o impacto do consumo de estupefacientes, enfatizando a necessidade de combater os problemas os problemas sociais consequentes à utilização de substâncias ilícitas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s