Obras em terreno de Angela Leong suspensas após morte de soldador

Um trabalhador morreu, na quarta-feira, num terreno atribuído pelo Governo à empresária e deputada Angela Leong para a construção de um parque temático. Ontem a Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais confirmou ao PONTO FINAL que ordenou a suspensão dos trabalhos.

 

João Santos Filipe

As obras que decorrem no terreno atribuído à deputada e directora executiva da SJM Holdings, Angela Leong On Kei, foram suspensas pela Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL), depois de na quarta-feira ter falecido no local um trabalhador de 32 anos, vitimado por um golpe de calor. A informação foi avançada, ao PONTO FINAL, por um porta-voz da DSAL.

“Um trabalhador do sexo masculino não-residente morreu num estaleiro na Taipa, durante a tarde de 12 de Julho. A DSAL enviou os seus funcionários ao local para investigarem as causas do acidente, e a investigação ainda está a decorrer”, respondeu a DSAL. “De forma a proteger a segurança dos trabalhadores, a DSAL emitiu uma nota de suspensão dos trabalhos, ordenou ao empreiteiro para que parasse todos os trabalhos de construção no local, e está a assistir a família nos procedimentos relacionados com o acidente”, acrescentou.

Os primeiro indícios apontavam para que o homem de 32 anos,  trabalhador não-residente, tivesse morrido devido a um golpe de calor, depois de ter perdido os sentidos por volta das 17h00. No entanto, e de acordo com a Polícia Judiciária, os exames preliminares mostraram que  a vítima, que trabalhava como soldador, apresentava uma queimadura no peito, pelo que o caso passou a ser considerado como um acidente de trabalho.

Este não é o único projecto ligado a Angela Leong que está parado devido a mortes por acidentes de trabalho. Também o empreendimento Grand Lisboa Palace, que deverá ter um custo de 36 mil milhões de dólares de Hong Kong, tem as obras paradas há quase quatro semanas, depois de um trabalhador de 47 anos, natural do Continente, ter caído de uma altura de 10 metros. A informação sobre a suspensão foi confirmada na terça-feira pelo portal GGRAsia, que cita fontes oficiais: “O empreiteiro [responsável pelas obras do casino] ainda está a fazer os trabalhos de rectificação necessários no local da obra”, disse uma fonte do Governo. “E ainda vamos ter de ir ver se todas as medidas de segurança no local da obra estão de acordo com as exigências”, acrescentou.

Neste momento, a duração da suspensão está dependente da análise feita pela Direcção dos Serviços de Assuntos Laborais no local: “Os trabalhos de construção no Grand Lisboa Palace estão neste momento suspensos”, confirmou já na quarta-feira, ao portal, fonte da operadora SJM Holdings.

A SJM explicou também que já tinha sido enviada à DSAL “um relatório detalhado da investigação”, sobre o trágico acidente de 18 Junho, que custou a vida a uma pessoa.

“Vamos continuar a cooperar com os Serviços para que se realizam mais inspecções, e assegurar o cumprimento rigoroso de todas as medidas de segurança, no local, por parte dos nossos empreiteiros e subempreiteiros”, acrescentou fonte oficial.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s