Governo Central quer mais estudantes de Macau nas universidades chinesas

O Governo Central quer ver reforçado o número de alunos do Continente autorizados a estudar em universidades da China continental. A vontade foi expressa por Zhao Lingshan, director-adjunto executivo do Gabinete para os Assuntos de Taiwan, Macau e Hong Kong do Ministério da Educação chinês, noticiou a emissora em língua chinesa da Rádio Macau. De acordo com o dirigente, a medida pretende impulsionar a iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” e cultivar os talentos de Macau.

Zhao Lingshan esclareceu que as quotas dos estudantes de Macau admitidos em universidades do Continente são estabelecidas pelas próprias instituições de ensino superior sem influência do Governo de Pequim. Pela segunda vez este ano, o Ministério da Educação, juntamente com o Governo da RAEM, irá lançar a primeira edição do programa de recomendação para aumentar as oportunidades dos alunos de Macau em ingressar em universidades da República Popular da China.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s