Passageiros provenientes de Macau retidos em Taiwan com 400 mil dólares americanos

As autoridades de Taiwan apreenderam 380 mil dólares norte-americanos transportados por dois jovens, com 23 e 26 anos, que tentavam entrar em Taipé, para onde viajaram a partir de Macau. Os serviços de alfândega taiwaneses suspeitam de que os dois homens devidos possam estar envolvidos num esquema de lavagem de dinheiro.

money-laundering

 

Dois jovens que viajaram de Macau para Taiwan foram interceptados pelas autoridades formosinas no Aeroporto de Taoyuan, depois de tentarem entrar na ilha com um total de 400 mil dólares norte-americanos, que equivalem a 3,1 milhões de patacas. De acordo com o diário Taipei Times, as autoridades suspeitam que os jovens de Taiwan, com 26 e 23 anos, podem estar envolvidos em actividades de lavagem de dinheiro.

De acordo com as leis em vigor em Taiwan, cada viajante pode entrar na Formosa com 10 mil dólares americanos não declarados. Por essa razão, dos 400 mil dólares encontrados, apenas 380 mil ficaram retidos, porque cada jovem pode guardar o equivalente a 10 mil dólares.

Quando questionados sobre o montante que transportavam nas suas malas, os indivíduos, com o apelido Chiang e Chen, responderam que o dinheiro não lhes pertencia, e que estavam a fazer o transporte devido a um pedido de uma pessoa que tinham conhecido em Macau. Porém, nenhum dos indivíduos se prontificou a revelar a identidade da pessoa que alegadamente lhes pediu que transportassem o dinheiro.

De acordo com a versão dos cidadãos taiwaneses, o homem em causa pediu-lhes que transportasse os 400 mil dólares, após ter ganho um grande prémio num casino do território, que não é identificado pelo diário.

Neste momento, as autoridades de Taiwan estão à procura do homem que alegadamente terá solicitado o transporte dos fundos, assim como querem perceber se a história dos jovens corresponde à verdade.

O caso surge depois de no ano passado o órgão legislativo de Taiwan ter aprovado alterações à lei que regula os mecanismos para o controlo das actividades de branqueamento de capitais. Na altura, as alterações que confirmaram que os viajantes não podiam entrar em Taiwan com mais de 10 mil dólares não declarados foram adoptadas com o objectivo de actualizar as leis às práticas mais recentes ao nível do controlo de capitais e colocar o sistema financeiro do pais em sintonia com os das economias mais desenvolvidas.

Foi também esta alteração legislativa que acabou por levar à criação da primeira instituição de Taiwan focada em exclusivo nas práticas contra o branqueamento de capitais.

De acordo com o portal casino.org, é comum a utilização de Macau como um local para as pessoas com muito capital guardarem os seus fundos, devido ao regime fiscal baixo, e por permitir movimentar os capitais para fora da República Popular da China.

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s