Futebol: Português é “seleccionador” da China em torneio para antigas glórias

 

Um empresário português leva esta semana a Londres dez antigos internacionais chineses de futebol, para participar no torneio Star Sixes, que reúne alguns dos mais emblemáticos jogadores da história da modalidade.

“Devido às minhas constantes idas à China e às relações que eu tenho naquele mercado, fui contactado pelos organizadores para ser o ‘seleccionador’ chinês”, resume à agência Lusa Pedro Neto, empresário de 37 anos e natural do Porto.

Os jogos decorrem em Londres, entre 13 e 16 de Julho, e contam com a participação de doze selecções, representadas por alguns dos seus melhores jogadores de sempre e já retirados. A representar Portugal estão Vítor Baia, Fernando Couto, Bosingwa, Paulo Ferreira, Maniche, Deco, Raul Meireles, Hélder Postiga, Nuno Gomes e Luís Boa Morte.

“Trata-se de um campeonato do mundo em homenagem às melhores gerações que o futebol teve”, conta Neto, que foi encarregado pelas empresas organizadoras, a Pitch International e a Football Champions Tour, para orientar a participação da China: “Eles estavam à procura de uma pessoa que pudesse juntar a equipa chinesa, que é a mais difícil, porque é onde há mais desconhecimento”, diz.

“Hoje em dia, mesmo quem está muito por dentro do futebol, se calhar só conhece um ou dois jogadores da China”, acrescenta.

Desde a sua primeira deslocação ao país asiático, em 2010, Pedro Neto já lá voltou 45 vezes. O futebol só se tornou uma modalidade profissional na República Popular da China no início da década de 90, quando o Partido Comunista Chinês adoptou o sistema de “economia de mercado socialista”.

A única participação do país num Mundial foi na edição de 2002, disputada na Coreia do Sul e no Japão. Neto admite que “não foi fácil” encontrar antigos internacionais chineses que cumpram os requisitos para participar numa competição.

Outro desafio foi provar que os nomes que deu à organização fizeram de facto parte da selecção chinesa: “Tivemos que fazer um cruzamento da informação e os próprios organizadores do evento não conseguiam, às vezes, detetar através de buscas na Internet quais os jogadores de que estávamos a falar, para provar que estes eram internacionais”, conta o empresário.

No mesmo grupo da China está o Brasil, Itália e Nigéria.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s