Grande Prémio de Voleibol: Selecções chinesa, norte-americana, turca e italiana já estão em Macau  

 

Macau acolhe este fim-de-semana a segunda jornada do Grande Prémio Mundial de Voleibol e o dia de ontem ficou marcada pela chegada das selecções que vão disputar a ronda de Macau da competição. Na chegada ao Aeroporto Internacional de Macau, o seleccionador da equipa da República Popular da China defendeu que a equipa se apresenta desfalcada no território.  A capitã  Ting Zhu ainda precisa de “bastante repouso” após ter sido submetida a uma intervenção cirúrgica. A própria atleta diz que não poderá estar “muito tempo” em campo.

 

As selecções femininas de voleibol da República Popular da China (RPC), dos Estados Unidos da América (EUA), da Turquia e de Itália chegaram ontem ao território para disputar a segunda jornada do Grande Prémio Mundial da modalidade, que vai decorrer no próximo fim-de-semana. Na chegada ao Aeroporto Internacional de Macau, An Jiajie, responsável técnico da selecção chinesa, disse que a capitã, Ting Zhu, “precisa de bastante repouso e recuperação porque teve um período sem uma preparação física rigorosa”. A atleta foi recentemente sujeita a uma intervenção cirúrgica e encontra-se a “recuperar progressivamente”. A própria admite não estar “a 100 por cento”, mas encara a situação como “uma boa oportunidade para as jogadores mais jovens poderem valorizar-se e mais uma oportunidade para elas enfrentarem competições de alto nível”.

Quando questionado sobre a derrota que a China sofreu frente à equipa norte-americana durante a primeira jornada da competição, An Jiajie desvalorizou o desaire, defendendo que o resultado “depende da performance no momento da competição”. As selecções vão voltar a enfrentar-se no último dia da etapa de Macau do Grande Prémio de voleibol e o treinador promete “fazer o possível para competir a melhor nível”: “Nós temos uma programação para cada etapa, portanto, o que nós vamos fazer é concretizar e cumprir toda a estratégia porque este foi apenas um troço. Nós ainda temos todo o programa para cumprir”, disse o técnico, em declarações aos jornalistas.

A derrota por três “sets” a zero frente à selecção dos Estados Unidos da América foi a única que a formação da República Popular da China sofreu na semana passada na cidade chinesa de Kunshan, durante a primeira jornada da competição. As atletas do Continente conseguiram arrancar uma vitória difícil à selecção russa, num jogo que se desenrolou ao longo de cinco sets. Em Macau, as jogadoras chinesas voltam a defrontar a equipa de Itália, após um jogo em que as italianas conseguiram apenas vencer um “set”, e vão, pela primeira vez, entrar em campo para competir contra a selecção turca.

Os seis jogos vão ser disputados entre sexta-feira e domingo no Fórum de Macau, com as quatro equipas a competir por um lugar na etapa decisiva da prova, que se realiza na cidade chinesa de Nanjing entre 2 e 6 de Agosto.  Durante os mesmos dias, a cidade nipónica de Sendai vai receber as selecções do Brasil, do Japão, da Sérvia e da Tailândia, ao passo que o enclave russo de Caliningrado acolhe as equipas belga, holandesa, russa e da República Dominicana. A terceira e última ronda antes da final acontecerá entre 20 e 23 de Julho em Hong Kong, Banguecoque e Cuiabá, no Brasil.

 

CVN

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s