Macau Legend tenta vender, mais uma vez, o Hotel Landmark

O objectivo da empresa liderada por David Chow Kam Fai é expandir os negócios dentro e fora do território. Depois de quase ter alienado o Hotel Landmark no ano passado, a Macau Legend Development volta a colocar a unidade hoteleira à venda.

David-Chow-to-build-mall-on-Hengqin-2-e1416195997791

A  Macau Legend Development  informou, no final da semana passada, a bolsa de valores da vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong de que tenciona alienar o Hotel Landmark, depois de ter falhado a venda da unidade hoteleira em 2016.

Agora, e de acordo com o portal CalvinAyre.com, a empresa voltou a indicar que dispõe de carta de intenções não vinculativa para a venda do imóvel. De acordo com o portal especializado, um eventual comprador deverá “adquirir todo o capital accionista emitido e todos os empréstimo(s) em dívida pelo New Macau Landmark Management Limited (NML). A propriedade efectiva e jurídica daquela parcela de terra, bem como as construções e edifícios ali encontrados, no Landmark Macau, terão um valor total que será acordado entre as partes interessadas”.

Ainda que o documento não identifique nem potenciais compradores, nem o valor total inerente ao negócio, a empresa avança que ao comprador será exigido o pagamento de um depósito reembolsável de 460 milhões de dólares de Hong Kong, dos quais 300 milhões terão que ser liquidados aquando da assinatura da carta de intenções relativa à aquisição do imóvel. O pagamento dos restantes 160 milhões terá de ser feito num período de 30 dias após a assinatura do documento. O depósito reembolsável será amortizado ao valor total da transacção quando o negócio avançar, garante a Macau Legend, citada pelo portal CalvinAyre.com.

Esta não é a primeira vez que a Macau Legend tenta vender o Hotel Landmark. Em Setembro do ano passado, a empresa revelou que a carta de intenções alocada a um potencial comprador do empreendimento expirou sem que o negócio tenha sido concluído. A revelação foi feita num comunicado à bolsa de Hong Kong pela empresa controlada por David Chow Kam Fai. Na altura, o potencial comprado foi identificado pelo Hong Kong Economic Journal como sendo o empresário Li Chi Keung, que detém cerca de 12 por cento da Macau Legend Development.

De acordo com o portal CalvinAyre.com, a Macau Legend espera que a venda agora proposta possa permitir que o grupo expanda “os seu negócios no território e no estrangeiro”.

No relatório e contas relativo a 2016, a Macau Legend referiu que contraiu empréstimos bancários no valor de 3,39 mil milhões de dólares de Hong Kong. Outros tipos de empréstimos – nomeadamente sem taxas de juro – são de aproximadamente 58,5 milhões de dólares de Hong Kong.

No ano passado, a operadora adquiriu um hotel-casino – o “Savan Vegas Hotel e Entertainment Complex” –  no Laos e está também a construir um resort integrado em Cabo Verde, tendo também assinado uma declaração de intenções para um projecto de grandes dimensões para a península de Setúbal. A empresa quer ainda construir um quarto hotel na Doca dos Pescadores.

 

O portal CalvinAyre.com adianta, na carta de intenções relativa à venda do Hotel Landmark, que a Macau Legend afirma que “a empresa continua firmemente comprometida com a conclusão bem sucedida do projecto de revitalização da Doca dos Pescadores e a possível venda vai permitir ao grupo focar-se mais nos novos hotéis, casinos e outras instalações relacionadas com o turismo na Doca dos Pescadores”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s