“Factores negativos” turvam relações entre China e Estados Unidos

O veredicto foi traçado pelo presidente chinês esta segunda-feira. Xi Jinping considera que a venda de armas a Taiwan por parte de Washington obscurece as relações entre Washington e Pequim. A iniciativa deixou o Governo Central irritado, por considerar que o negócio mina as pretensões soberanas de Pequim sobre a Formosa.

1.Xi

As relações entre a República Popular da China e os Estados Unidos da América estão obscurecidas por “factores negativos”, disse esta segunda-feira o Presidente chinês, Xi Jinping, numa conversa telefónica com o seu homólogo norte-americano, Donald Trump, antes de mencionar Taiwan, segundo a imprensa estatal.

“As relações bilaterais estão afectadas por factores negativos. (…) Esperamos que os Estados Unidos possam tratar correctamente as questões relativas a Taiwan, em conformidade com o princípio de uma só China”, afirmou Xi Jinping, segundo a televisão estatal CCTV.

A administração Trump tinha suscitado a irritação de Pequim, ao autorizar, no final de Junho, uma venda de armamento, incluindo bombas guiadas, mísseis e torpedos, por 1,3 mil milhões de dólares a Taiwan, uma ilha de facto independente, mas cuja soberania é reivindicada pela China.

A Formosa separou-se do resto da República Popular da China no fim da guerra civil chinesa, em 1949. Entretanto, os chineses não reconhecem o seu Governo independente e consideram a ilha uma província da China.

A embaixada chinesa já tinha reagido ao negócio, dizendo que a venda de armas para Taiwan “vai prejudicar a confiança mútua e a cooperação entre a China e os Estados Unidos”.

O Presidente chinês, Xi Jinping, encontrou-se em Abril com o seu homólogo norte-americano, Donald Trump, na residência pessoal do bilionário republicano, na Florida. As relações bilaterais pareciam, desde então, ter reaquecido.

Entretanto, a lua-de-mel não durou muito, especialmente porque Donald Trump mudou o tom em relação à República Popular da China, na quinta-feira, devido à questão nuclear norte-coreana.

Trump anunciou, pela primeira vez, sanções contra um banco chinês acusado por Washington de realizar actividades ilícitas com a Coreia do Norte, que desenvolve um programa nuclear e ameaça constantemente os Estados Unidos.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s