Benfica de Macau goleia Sporting por 7-1 e conquista tetracampeonato  

 

As águias do território são tetracampeãs de Macau, depois de terem batido os leões por 7-1. Nicholas Torrão esteve em destaque com quatro golos no jogo que decidiu a edição de 2017 da principal prova do futebol do território. O dianteiro, internacional pela selecção do território, celebrou o primeiro tento com matracas japonesas.

screen-shot-2014-01-14-at-10-37-53-pm

João Santos Filipe

 

O Benfica de Macau sagrou-se ontem tetracampeão na Liga de Elite, após cilindrar o Sporting de Macau por 7-1, num jogo que as águias controlaram do princípio ao fim e que até poderiam ter ganho por números mais dilatados. No Estádio de Macau, Nicholas Torrão foi determinante para a vitória do onze encarnado com quatro golos. O primeiro foi festejado com matracas japonesas.

O Benfica cedo mostrou que vinha para vencer, encostando o Sporting ao seu último reduto. Aos sete minutos, Edgar Teixeira deixou logo o aviso, com um remate na área leonina, que o guarda-redes Pedro Lopes defendeu com dificuldade.

Aos nove minutos, o mesmo Edgar Teixeira, na marcação de um livre directo, cruza na direita do ataque encarnado para a área sportinguista. Nessa altura, surge Nicholas Torrão, salta mais alto do que a defesa contrária e cabeceia para o primeiro tento do desafio. Num golo que foi muito festejado, o internacional pela selecção do território veio mesmo ao banco buscar umas matracas japonesas para celebrar.

Na frente do marcador, os comandados de Henrique Nunes não desarmaram, e no minuto seguinte, Torrão enviou uma bola ao poste da baliza defendida por  Pedro Lopes, perante a passividade da defesa contrária.

Aos 20 minutos materializou-se um dos momentos do encontro, quando o extremo encarnado Pang Chi Hang, tenta tirar um cruzamento para a área do lado direito do ataque e surpreende toda a gente –  incluindo a ele próprio –  marcando o 2-0.

 

Chuva acordou Sporting, mas 2.º tempo foi demolidor

 

Foi com a chuva, que apareceu aos 30 minutos de jogo, que surgiu o primeiro remate dos leões, sendo que a precipitação teve o efeito de acordar a equipa de Nuno Capela, para o seu melhor período no encontro. Contudo foram poucos os efeitos práticos do acordar do leão, uma vez que o jogo chegou com 2-0 ao intervalo.

Já na segunda parte, o Benfica voltou a carregar com maior intensidade e o quarteto composto por Edgar Teixeira, Nicholas Torrão, Carlos Leonel e Pang Chi Hang criou muitas dificuldades ao adversário.

À velocidade que as oportunidades de golo eram criadas pelo Benfica, perante um Sporting sem argumentos, o marcador foi-se dilatando, e através de Torrão (54 e 67) e Carlos Fernandes (56), o onze encarnado chegou facilmente aos 5-0. O resultado acabou logo com qualquer dúvida que ainda poderia subsistir no Estádio da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, onde o Monte Carlo esperava um deslize das águias para ser campeão.

Até ao final, Torrão (84) e Edgar Teixeira (89) marcaram o sexto e sétimo golo das águias, respectivamente. Já para o Sporting, que entrou em campo com a manutenção já assegurada, foi Toni Lopes que, aos 86 minutos, marcou o tento de honra, quando surgiu isolado na frente do guarda-redes Batista.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s