Associação quer incentivos a curto prazo para a compra de veículos ecológicos

macau.porto.interior.e.lapa.jpg.w300h122

Chiang Chong Fai, presidente da Associação dos Consumidores das Companhias de Utilidade Pública de Macau, defendeu que a dedução fiscal na compra de veículos “amigos do ambiente” deve materializar-se na forma de incentivos a curto prazo. As declarações do responsável foram ontem feitas no programa “Fórum Macau”, do Canal Ou Mun da TDM, durante o qual o responsável aconselhou o Governo a não conceder incentivos económicos para incentivar a compra de veículos “amigos do ambiente”.

De acordo com Chiang, as políticas de controlo de tráfego não são extensivas a este tipo de veículos, que o especialista considera serem caros, e a dedução fiscal “não ajudou muito e não cumpriu com os objectivos esperados”. O presidente da Associação dos Consumidores das Companhias de Utilidade Pública de Macau foi ainda mais longe ao considerar que as políticas de controlo de tráfego “têm mais desvantagens que vantagens”. O responsável defende que o Governo deve aplicar medidas a longo prazo de consciencialização ambiental.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s