Hong Kong: Comunidade portuguesa continua em expansão

HK_中環_Central_雪廠街_Ice_House_Street_西洋會所大廈_Club_Lusitano_Building_name_sign_Mar-2014_glass_facade.JPG

As horas de trabalho são longas, a poluição incomoda, os transportes estão cheios, mas as oportunidades e o salário fazem com que Hong Kong continue a valer a pena para os estrangeiros, nem que seja apenas por alguns anos.

“Os salários não baixaram, subiram ao longo dos anos, o emprego continua a ser atractivo em relação a Portugal. Até arriscava dizer que a diferença é maior porque lá os salários baixaram. As pessoas com as mesmas qualificações ganham menos”, disse à agência Lusa Luís Capelo, de 50 anos e há 15 em Hong Kong.

Foi o fabrico de produtos electrónicos que o trouxe à antiga colónia britânica. Chegou “no período complicado” do surto de pneumonia atípica, que matou quase 300 pessoas. Mas hoje dedica-se a uma actividade completamente diferente, ligada aos vinhos portugueses.

Além dos salários, a carga fiscal mantém-se como um dos maiores atractivos. Em Hong Kong, o máximo descontado ronda os 15 por cento, bastante inferior ao de Portugal, destacou o português.

Ser estrangeiro nunca foi uma desvantagem: “Em Hong Kong a regra é que se a pessoa é qualificada, não interessa de onde vem”.

Apesar dos preços elevados – casa e estacionamento – nota um aumento do número de portugueses: “Quando cheguei era difícil juntar mais de cinco pessoas para fazer um almoço. Agora já fazemos jantares com mais de 100 pessoas”, explica, sobre o aumento da comunidade portuguesa na vizinha Região Administrativa Especial.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s