“Slide the City”: Escorrega aquático gigante é atracção de Verão na Doca dos Pescadores

Macau recebe, pela primeira, o evento internacional “Slide the City”. Na última semana de Julho, vai ser montado um escorrega aquático de grande dimensões na Doca dos Pescadores, no que constitui um convite para que famílias e crianças vençam os dias mais quentes.

1.Slide the city.jpg

Joana Figueira

São cem metros de adrenalina, numa descida que se faz num escorrega aquático de dimensões gigantescas que já passou por mais de duas centenas de cidades de todo o mundo. Macau recebe pela primeira vez  o certame “Slide the City”, um evento ao ar livre que vai assentar arraiais na Doca dos Pescadores, entre os dias 26 e 30 de Julho. A maior atracção é a descida de uma plataforma gigante que vai ser montada a uma altura de seis metros, mas a Macau Legend, entidade que promove a iniciativa, garante música e outras propostas de entretenimento, como uma área dedicada aos mais novos.

O “Slide the City” – conceito criado pela produtora de entretenimento Sack Lunch, dos Estados Unidos da América –  opera tendo por base três sessões distintas, com diferentes horário. A sessão A realiza-se entre as 9h e as 13h (230 patacas), a sessão B entre as 13h30 e as 17h30 (330 patacas) e, por último, a sessão C decorre entre as 18h e as 23h (430 patacas). Os ciclos repetem-se ao longo dos quatro dias em que o escorrega aquático estará instalado no território e os bilhetes já estão disponíveis na Macau Ticket.

A Macau Legend sugere aos participantes que cheguem antes do início da sessão para evitar longas filas e que usem roupas confortáveis. Todos os participantes com menos de 16 anos devem fazer-se acompanhar por um adulto responsável, recomenda a empresa: “É uma honra receber este conhecido evento internacional pela primeira em Macau, na Doca dos Pescadores. Com esta iniciativa, pretendemos criar uma experiência nova tanto para locais, como para turistas, elevando o ambiente de entretenimento para um nível diferente de expectativas”, disse Jennifer Lai, directora de marketing e comunicação da Macau Legend, ao PONTO FINAL.

De acordo com Lai, a aposta neste tipo de entretenimento, destinado à população em geral, é parte do esforço de promover um sector turístico diversificado na Península de Macau, contrariando, desde logo, a prevalência do sector do jogo.

A opção de trazer ao território a iniciativa “Slide the City” o surge também como uma forma de dar continuidade à instalação, no ano passado, junto ao Centro de Ciência de Macau, do pato gigante de borracha, criação do artista holandês Florentijn Hofman. A iniciativa suscitou na altura opiniões divididas por – numa fase de assumida crise económica –  ter custado seis milhões de patacas, dos quais três milhões foram patrocinados pelo Governo.

A empresa Sack Lunch Production tem como companhias subsidiárias a “Slide the City”, “Color Me Rad” – uma corrida de 5km –, “The Dirty Dash” – uma corrida de obstáculos e lama – e “Lantern Festival” – uma festa nocturna de lançamento de lanternas. Todas organizam eventos em várias partes do mundo. Em 2016, a Sack Lunch obteve receitas no valor de mais de 100 milhões de patacas, uma subida de 41 por cento face ao mesmo período de 2015.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s