Legado de Rui Afonso evocado segunda-feira no Consulado de Portugal

O fim da tarde da próxima Segunda-feira vai ser marcado por um tributo ao advogado e antigo deputado Rui Afonso, figura incontornável da história do território ao longo das últimas décadas. O causídico faleceu, aos 70 anos, a 17 de Março último.

1.rui-afonso.jpg

Joana Figueira

Advogado, deputado, legislador, mas sobretudo cidadão interveniente: alguém que via para além do acessório e chamava a si a iniciativa de promover a mudança. Os mais de 30 anos que dedicou a Macau fizeram de Rui Afonso uma  “figura incontornável”, num território que se redescobria. O causídico e antigo deputado soube ser um necessário elemento de ligação entre as comunidades portuguesa e chinesa, no âmbito de um processo de transição de soberania que soube suavizar e humanizar. Falecido em Lisboa em Março último, Rui Afonso vai ser homenageado no Consulado-Geral de Portugal para Macau e Hong Kong na próxima Segunda-feira, pelas 18h30.

“É fundamental que as pessoas conheçam a figura para terem referenciais. Uma comunidade – em especial uma comunidade que vive muito longe do seu país –  precisa de ter referenciais e, nessa medida, o doutor Rui Afonso foi um referencial de profissionalismo, de seriedade, de honestidade, de bom-senso  e isso são tudo qualidades fundamentais. A afirmação deve ser feita pela positiva e não pela negativa e o doutor Rui Afonso é uma figura incontornável das últimas décadas de Portugal em Macau”, defendeu o advogado Sérgio de Almeida Correia em declarações ao PONTO FINAL.

Ao promotor da iniciativa, numa conversa que procura desvendar e eternizar memórias, juntam-se a antiga presidente da Assembleia Legislativa (AL), Anabela Ritchie, o colega de profissão Jorge Neto Valente e o presidente do Instituto Politécnico de Macau (IPM), Lei Heong Iok. “Cada um de nós irá fazer uma intervenção a propósito do homenageado, procurando abordar os diferentes papéis que ele desempenhou ao longo da sua vida profissional e enquanto cidadão em Macau”, explicou Almeida Correia.

A iniciativa de organizar uma sessão de homenagem partiu de pessoas que eram próximas a Rui Afonso: “As pessoas acharam que era oportuno, gente da comunidade portuguesa, da comunidade macaense, também amigos chineses, uma vez que ele tinha boas ligações à comunidade chinesa de Macau. (…) Entendeu-se que este momento seria o momento adequado, uma vez que a família mais próxima – portanto, a viúva e os filhos – estão em Macau. Era a oportunidade que havia de poder também tê-los presentes na homenagem porque só assim é que as coisas também teriam sentido”, afirmou.

Sérgio de Almeida Correia diz ainda que as pessoas próximas do primeiro director dos Serviços de Administração e Função Pública (SAFP) “acharam estranho que não tivesse havido, por exemplo, uma homenagem por parte da Assembleia Legislativa de Macau uma vez que ele foi membro [do hemiciclo] durante mais de uma década”.

 

Os “laços de amizade muito fortes” entre Rui Afonso e Sérgio de Almeida Correia persistiram ao longo de mais de três décadas, com o promotor da iniciativa agendada para a próxima segunda-feira a apontar o antigo deputado como um exemplo de entrega à causa pública: “Deu o pontapé de saída para a reforma da administração pública, para a sua modernização, para a renovação dos quadros. Rui Afonso foi, ao fim e ao cabo, o condutor do processo de descolonização administrativa da administração pública de Macau”, apontou Almeida Correia, que declarou tomá-lo também como referência profissional.

O advogado destacou ainda o “contributo enquanto português e enquanto residente”, funcionário da administração pública de Macau e deputado da Assembleia Legislativa. Enquanto advogado, ajudou as várias comunidades de Macau “como elemento de ligação no sentido de fortalecer o diálogo entre elas, de estabelecer canais de comunicação numa altura em que eles eram necessários para resolução dos problemas e para a assegurar uma transição estável de Macau para a administração da República Popular da China”, apontou Sérgio de Almeida Correia. “Era uma pessoa muito respeitada entre as comunidades portuguesa e chinesa”, complementa o causídico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s