Polícia Judiciária está a investigar alegado caso de suicídio

5728e510a8229.JPG

Um homem morreu ao início da manhã de domingo, depois de se ter alegadamente atirado do 22.o andar de um edifício na Avenida Comercial de Macau.  A vítima, que ainda foi transportada com vida para o Centro Hospitalar Conde de São Januário, acabou por morrer no hospital, não obstante os esforços de ressuscitação empreendidos pela equipa clínica do hospital público.

O homem foi encontrado às 9h40 da manhã de ontem por um segurança do edifício onde a ocorrência teve lugar. O funcionário chamou o Corpo de Bombeiros, que transportou a vítima para o Centro Hospitalar Conde de São Januário, onde o óbito for pronunciado pouco após as dez da manhã.

Um exame preliminar conduzido no hospital público parece afastar a hipótese de crime, dado que a equipa médica que investigou o cadáver não identificou qualquer ferimentos suspeito para além dos que terão sido provocados pela queda.

Uma investigação preliminar lançada pela Polícia Judiciária permitiu perceber que o homem terá saída da varanda de um apartamento situado no 22.o andar do prédio. A vítima, de apelido Lin, tinha 49 anos e era um cidadão da República Popular da China titular de um salvo conduto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s