Encontro de empresários foi “passo enorme” para Cabo Verde

 

1_IPIM2017061801.jpg

A presidente da Cabo Verde Trade Invest, Ana Barber, considerou no sábado que a realização do encontro de empresários chineses e dos países lusófonos “foi um passo enorme” para a concretização de investimentos em Cabo Verde.

A responsável pela organização do evento, cujos trabalhos terminaram este domingo na cidade da Praia, considerou que o encontro “foi um sucesso”, dando como exemplo a concretização de uma dezena de protocolos assinados entre várias empresas e organizações da China e dos países de língua portuguesa: “O objectivo não era só fazer o encontro e estreitar a relação, mas conseguir fazer parcerias e concretizar os protocolos. Conseguimos. Foram assinados 10 protocolos e muitos outros serão assinados depois. Foi realmente um sucesso”, disse Ana Barber aos jornalistas.

Os protocolos assinados prevêem o fortalecimento do intercâmbio com a China por parte de Angola e Cabo Verde, a representação do café de Cabo Verde no Continente, o planeamento, construção e gestão de um hospital privado na cidade da Praia e a criação de uma aliança de serviços jurídicos, entre outros.

A presidente da Cabo Verde Trade Invest destacou também os encontros bilaterais e os vários contactos recebidos durante o encontro no sentido da abertura de empresas em Cabo Verde para dar tradução prática aos protocolos assinados: “Senti que há um interesse enorme por Cabo Verde. Este é um passo enorme e a partir daqui vamos seguir em frente juntos”, disse. Escusando-se a avançar estimativas sobre os investimentos previstos, Ana Barber assegurou que “os investimentos estão em cima da mesa e vão concretizar-se”.

Presente no encerramento dos trabalhos do encontro, que domingo prossegue com visitas a empresas e ao interior da ilha de Santiago, o ministro das Finanças cabo-verdeano, Olavo Correia, reafirmou o compromisso do Governo de criar as condições necessárias para que o sector privado se torne no motor de desenvolvimento do país.

Mais de 400 representantes de organismos institucionais e empresas da China e dos países lusófonos participaram no Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, que arrancou na sexta-feira.

Da reunião saiu a decisão de que Portugal será o país anfitrião do próximo encontro (ver texto principal), que deverá decorrer em Lisboa, no próximo ano. Esta será a terceira vez que Portugal acolherá o encontro, que no ano passado se realizou na Guiné-Bissau com a participação de mais de três dezenas de empresas portuguesas.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s