Uma foto por dia

Terminou ontem a visita efectuada ao território por uma delegação da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa. Formalmente convidada pelo Executivo, o organização manteve ainda encontros com entidades de vários quadrantes da sociedade civil do território. Vítor Ramalho, secretário-geral da organização fez ao PONTO FINAL um balanço positivo da deslocação de três dias a Macau e avançou uma novidade: Angola vai ser o “país parceiro” na edição de 2017 da MIF.

 

Durou apenas três dias, a visita da delegação da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) a Macau, mas entre segunda-feira e o dia de ontem os responsáveis pelo organismo estiveram reunidos com diversas entidades oficiais, mas também com representantes da sociedade civil do território. O Chefe do Executivo, o cônsul-geral de Portugal, o vice-reitor da Universidade de Macau e o presidente do Conselho de Administração do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) foram alguns dirigentes entidades com que a direcção da UCCLA esteve reunida. Ao PONTO FINAL, Vítor Ramalho, secretário-geral do organismo, tirou o véu a alguns dos acordos estabelecidos e esclareceu a substituição do IACM pela Delegação Económica e Comercial de Macau em Lisboa como representante da RAEM naquela organização.

A 33ª Assembleia Geral da UCCLA decorreu em Luanda, capital de Angola, em Abril. No encontro, Macau fez-se representar por uma delegação composta por responsáveis do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), por José Tavares, presidente do Conselho de Administração do IACM e por O Tin Lin, chefe da Delegação Económica e Comercial de Macau na capital portuguesa. Foi nessa altura que foi transmitido “com total naturalidade que a situação do Governo de Macau passaria a ser, na representação, assegurada pela doutora O Tin Lin”, explicou Vítor Ramalho ao PONTO FINAL.

A passagem de testemunho da responsabilidade de representar a RAEM junto da UCCLA implica também um processo de deslocalização, uma vez que a sede da Delegação Económica e Comercial de Macau está situada em Lisboa. Para o secretário-geral da UCCLA, tal não aparenta trazer nenhuma consequência, até porque “a relação da delegação de Macau em Lisboa e do próprio território” com a organização que lidera “é constante.”

Foi também na 33ª Assembleia Geral da UCCLA que a Região Autónoma do Príncipe, em São Tomé e Príncipe, foi eleita para suceder a Maputo na presidência da Comissão Executiva do organismo. O convite tinha sido inicialmente endereçado à RAEM através de um comunicado mas devido a constrangimentos temporais, José Tavares, na altura ainda responsável por  representar Macau  naquele órgão, declinou: “Não houve disponibilidade temporal para que Macau, na relação com o Governo chinês, pudesse responder a tempo”, esclarece Vítor Ramalho. Contudo, o responsável não exclui a possibilidade de o convite poder vir a ser novamente endereçado à RAEM: “Admito que seria vantajoso para a UCCLA que pudesse ser Macau [a assumir a presidência da Comissão Executiva] mas não lhe posso dar a certeza absoluta porque só daqui a dois anos é que a questão se levantará”, explica.

A escolha da Região Autónoma do Príncipe afigura-se para Ramalho “uma feliz coincidência”, uma vez que “São Tomé e Príncipe tinha relações com Taiwan, deixou de as ter no início deste ano e aceitou estreitar relações com a República Popular da China”. O secretário-geral da UCCLA explicou que o corte de relações diplomáticas entre os dois estados “possibilitou que São Tomé e Príncipe fosse eleito como presidente da Comissão Executiva, o que é uma coisa positiva porque alarga as relações de proximidade deste país, que não tinha relações com a China, com a China.”

Os laços diplomáticos entre Taiwan e São Tomé e Príncipe foram oficialmente interrompidos em finais do ano passado, tendo a cisão sido anunciada pelo governo são tomense a 20 de Dezembro.

 

ANGOLA SERÁ PAÍS DE REFERÊNCIA NA FEIRA INTERNACIONAL DE MACAU

 

Vítor Ramalho revelou também que durante a visita da delegação, liderada por Higino Carneiro, presidente da mesa de Assembleia Geral da UCCLA e governador da província de Luanda, foi endereçado um convite a Angola para que este fosse o país de referência na 22ª edição da Feira Internacional de Macau (MIF na sigla inglesa). Ainda em Macau, Carneiro encetou contactos com o seu Governo e “manifestou a sua disponibilidade em que Angola participe como parceira de referência nessa feira”, desvendou Ramalho.

À margem da 22ª edição da Feira Internacional de Macau, que este ano se realiza de 19 a 21 de Outubro, a UCCLA apresentou uma proposta de realização de um evento sob o tema “Cidades Sustentáveis” que foi “de alguma maneira consensualizado”: “Fizemos isso com o propósito de aproveitar o momento actual e os avanços que a China neste domínio da plataforma de Macau com os países de língua oficial portuguesa apresenta”, explica Vítor Ramalho.

“O objectivo é começarmos a consensualizar objectivos precisos, nomeadamente uma bolsa de negócios. Falamos nisso com todas as entidades com quem tivemos reuniões, inclusivamente ao Banco da China, que teve a gentileza de nos oferecer um jantar em que estiveram presentes o presidente da Alta Autoridade Monetária e o presidente da Associação dos Bancos de Macau”, disse Ramalho

A passagem por Macau da delegação da UCCLA incluiu também uma reunião com Rui Martins, vice-reitor da Universidade de Macau, durante a qual foi discutido o aprofundamento das bolsas para estudantes de países de língua portuguesa. Vítor Sereno, cônsul-geral de Portugal para Hong Kong e Macau e Miguel de Senna Fernandes, presidente da Associação dos Macaenses também mantiveram encontros com os dirigentes do organismo.

 

CVN

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s