Empresa chinesa de navegação suspende envio de mercadorias para o Qatar

3.Navegação.jpg

O consórcio China Ocean Shipping Company (COSCO), a maior multinacional chinesa do sector da navegação, anunciou a suspensão do envio de mercadorias de e para o Qatar, depois do corte dos laços diplomáticos com nove países.

“Tendo em conta a situação incerta, e com o objectivo de proteger os interesses dos nossos clientes, decidimos suspender o transporte a partir do Qatar ou para o Qatar, como efeito imediato”, afirmou o gigante da navegação chinês em comunicado, hoje reproduzido pela revista económica Caixin.

O COSCO adopta assim a mesma medida de outras transportadoras da região, como a taiwanesa Evergreen ou a OOCL, de Hong Kong.

A empresa chinesa afirmou que a suspensão não deve afectar os navios que já zarparam para o principal porto do Qatar, Hamad, antes do conflito diplomático, e indicou que irá garantir que as embarcações chegam ao destino, ainda que não possa assegurar que cheguem no prazo acordado.

“Reservamo-nos o direito de declarar ‘causa de força maior’ e levar o carregamento para portos próximos e seguros”, indica o comunicado da empresa.

Bahrein, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Egipto anunciaram na semana passada a ruptura dos laços diplomáticos com o Qatar, alegando que o país do Golfo Pérsico apoia o terrorismo, tendo depois o Iémen, Líbia, Maldivas, Maurícias e Mauritânia tomado medidas idênticas.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s