Conhecimentos associados às actividades marítimas correm o risco de desaparecer

1973-18-027-Web-Junks

A Associação de História e Cultura Portuária de Macau organizou ontem uma viagem pelas águas costeiras do território a bordo de um junco fabricado num estaleiro naval da cidade de Zhongshan, na vizinha província de Cantão.

A iniciativa, que serviu para assinalar o Dia Mundial dos Oceanos, serviu também para defender a importância de se preservar os métodos e técnicas de construção naval que até ao final do século XX eram colocados em prática nos estaleiros de Coloane. O junco ontem utilizado contou, de resto, com o contributo de um dos responsáveis por um das oficinas navais de Lai Chi Vun.

O junco, que demorou cinco meses a ser construída, é um dos últimos exemplares do tipo de embarcações que durante séculos cruzaram as águas do Mar do Sul da China. A partir do final da década de 60, barcos como as lorchas, os juncos e, em menor proporção, as sampanas foram sendo substituídos por soluções mais baratas e tecnologicamente mais avançadas. Em declarações à emissora em língua chinesa da Rádio Macau, Chan Iat Fung, presidente da Associação de História e Cultura Portuária de Macau, considerou que um vasto leque de conhecimentos associados às actividades marítimas correm o risco de desaparecer. O dirigente, ele próprio descendente de pescadores, diz que são cada vez menos os que sabem como operar um barco à vela ou que têm o conhecimento necessário para calafetar um barco e exorta o Governo a não deixar morrer a tradição e a cultura marítimas de Macau.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s