José Tavares promete melhorar instalações dos mercados  

O Conselho Consultivo do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) esteve ontem reunido em sessão ordinária para discutir o relatório de execução do plano de actividades relativo aos meses de Março e Abril. Entre os presentes houve quem pedisse melhores condições nos mercados – nomeadamente com a instalação generalizada de aparelhos de ar condicionado – bem como melhores acessos aos espaços verdes e a substituição dos contentores de recolha de lixo tradicionais.

complexo-mercado1.png

Sílvia Gonçalves

José Tavares prometeu ontem apostar na melhoria das instalações dos mercados e reforçar a sua fiscalização. Em sessão ordinária do Conselho Consultivo do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM), o presidente do Conselho de Administração do organismo disse ainda, em resposta às interrogações de alguns dos membros, estar a considerar a substituição dos contentores de recolha de lixo tradicionais por contentores-compactadores. Assumindo que a transmissão de mensagens ao público através do WeChat decorre apenas na língua chinesa, o responsável admitiu que, para a comunidade portuguesa e para os turistas, terá que ser criado um mecanismo próprio. Na sessão de ontem foi discutido o relatório de execução do plano de actividades do IACM relativo aos meses de Março e Abril. A taxa média de execução nos meses em questão ficou-se nos 33,2 por cento.

“Devido às altas temperaturas no Verão, sugiro a instalação de ar condicionado em todos os mercados de Macau. Os produtos vivos e frescos podem-se deteriorar sem ar condicionado”, começou por assinalar um membro do Conselho Consultivo do IACM, que pediu ainda a “uniformização do sistema de energia eléctrica das bancas de vendilhões”. Durante a reunião que ontem decorreu no Salão Nobre do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, um outro membro referiu que “muitos cidadãos não têm conhecimentos sobre os espaços verdes”. Defendendo o que diz ser a “inconveniência dos transportes”, para as áreas mais verdes, o mesmo interveniente sugeriu a criação de “uma linha de autocarro reservado, de Macau a Taipa e Coloane, para facilitar o acesso de cidadãos nos fins-de-semana e feriados”. O mesmo responsável quer ainda que seja aproveitado “o WeChat para fazer mais promoção dos espaços verdes do IACM”.

“Sobre o ar-condicionado nos mercados, nós ajustamos a temperatura para agradável, normalmente ajustamos para os 26 graus”, começou por explicar José Tavares. “Vamos apostar no melhoramento das instalações dos mercados, vamos reforçar a fiscalização e fazer melhoramentos no ambiente dos mercados”, prometeu o presidente do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais. Já sobre a presença de dejectos de animais na via pública, questão também abordada durante a reunião de ontem, Tavares prometeu reforçar a capacidade de intervenção do organismo que lidera: “Vamos reforçar a fiscalização, pôr mais pessoas nas ruas e fazer uma maior sensibilização junto dos donos de cães”.

Outras das questões ontem abordada foi a da recolha e tratamento de detritos urbanos. Em resposta a um membro que havia salientado a existência, “ainda, de muitos contentores de lixo tradicionais”, José Tavares adiantou: “Vamos considerar se existem situações em que devemos recolher os contentores tradicionais e substituí-los por contentores-compactadores”.

Referindo-se ao ponto do relatório de actividades que diz respeito ao acompanhamento de trabalhadores do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais que sofreram acidentes em serviço ou que são portadores de doenças crónicas, Bruno Nunes procurou saber em que funções decorrem mais situações de stress e o que tem feito o organismo para proporcionar acompanhamento a estes trabalhadores.

“Temos uma equipa que dá apoio aos trabalhadores, a maior parte por voluntarismo, mas tem sido muito eficaz. Como souberam houve um enforcamento de um funcionário há um mês. Muitas vezes essas atitudes de colegas são difíceis de notar, não se percebe que há uma tragédia iminente. Às vezes eles recusam acompanhamento, fazer uma consulta”, explicou José Tavares. Sobre as ameaças feitas aos trabalhadores de primeira linha, o presidente do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais assegurou que será o organismo a dar seguimento às queixas apresentadas pelos funcionários: “Agora, em relação a qualquer ameaça, nós remetemos ao Ministério Público. Já não têm que ser eles a arranjar advogado”.

Em resposta a um membro do Conselho Consultivo que sugeriu a criação de um aplicação móvel em que coincidam todas as áreas do IACM, Tavares assumiu a necessidade de criar um mecanismo para uma comunicação mais imediata fora da comunidade chinesa, para além do habitual recurso à televisão e à rádio: “Sobre aplicativos móveis, já estão a ser implementados. O WeChat, só na versão chinesa, já está a ser usado para transmitir mensagens ao público. Há vários meios para saber as opiniões dos cidadãos. O WeChat é mais para os chineses. Para os turistas e a comunidade portuguesa vamos ter que criar uma aplicação própria, para terem acesso às nossas coisas”, assumiu o responsável.

Na síntese apresentada durante a sessão sobre os trabalhos efectuados pelo Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais durante os meses de Março e Abril, pode ler-se que “no âmbito dos seis objectivos para o ano de 2017, encontravam-se em execução 57 projectos de trabalho”. E ainda que “todos os projectos foram desenvolvidos segundo as expectativas; até finais do mês de Abril, os dados do sistema informático mostram que a taxa média de execução geral do Plano de Actividades dos Serviços situava-se em 33,2 por cento”.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s