Vigília em Hong Kong foi a mais pequena dos últimos nove anos

3.Vigil.jpg

Na vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong, a tradicional vigília organizada pela Aliança de Apoio aos Movimentos Democráticos e Patrióticos na China juntou cerca de 110.000 pessoas no Parque Vitória, de acordo com a organização, e 18.000 pessoas, segundo a polícia, noticiou ontem o jornal South China Morning Post.

O número é apontado como o mais baixo desde 2008 e à semelhança do ano passado, alguns líderes estudantis em Hong Kong apelaram ao boicote da vigília.

Ouvido pela agência Lusa, Sulu Sou, dirigente da Associação Novo Macau, discorda da visão de parte dos jovens da região vizinha, afirmando que é preciso “não esquecer a história”: “Talvez alguns ‘localists’ em Hong Kong não gostem da China, mas é facto que a República Popular da China está próxima de Hong Kong e de Macau, por isso devemos recordar e devemos continuar a lutar, pelo menos pelas nossas democracias”, disse. “Penso que isso é mais fácil [de atingir] do que a democracia chinesa, mas não devemos esquecer esse objectivo”, afirmou, sublinhando que “alguns advogados e activistas [dos direitos humanos] estão na prisão na China”, recordou.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s