Seleccionador chinês de ténis de mesa afastado do cargo devido a dívidas de jogo

7270d874-4452-11e7-935d-dac9335a3205_1320x770_004124

O chinês Kong Linghui, bicampeão olímpico de ténis de mesa, foi afastado do cargo de seleccionador da equipa feminina da China depois de ter sido denunciado por um resort de Singapura por dívidas ao casino da unidade hoteleira.

A Federação de Ténis de Mesa da China decidiu suspender Kong Linghui depois de o empreendimento Marina Bay Sands ter reclamado uma dívida de um milhão de dólares, verba que o hotel terá emprestado ao técnico para jogar no seu casino.

De acordo com a federação chinesa de ténis de mesa, a atitude de Linghui, que já negou a dívida, “é uma séria violação” ao código disciplinar do organismo e pediu ao técnico para regressar imediatamente ao país e deixar o comando da selecção feminina, que se encontra a disputar os Mundiais da modalidade, em Dusseldorf, na Alemanha.

Na rede social chinesa Weibo, o bicampeão olímpico negou ter apostado nas instalações do Marina Bay Sands e que, na altura, estava em Singapura com a família e amigos.

Por seu lado, a Administração Geral dos Desportos da China já anunciou que abriu um inquérito e reafirmou que manterá “tolerância zero” a atitudes que violem a ética ou as normas desportivas. Kong Linghui sagrou-se campeão olímpico nos Jogos Atlanta1996 (pares) e Sydney2000 (singulares).

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s