Clube Amigu di Macau levou música chinesa e macaense a Portugal

amigu-di-macau-promove-cultura-macaense.jpg

O “Clube Amigu di Macau”, com sede em Toronto e cerca de 450 membros, efectuou uma digressão musical, entre 21 e 27 de Maio, por várias cidades de Portugal, com o intuito de “promover a singularidade de Macau, onde a cultura ocidental se cruza com a oriental”, refere um comunicado da organização.

O grupo inclui uma orquestra de instrumentos chineses, “que interpreta um repertório extenso e variado, não só de música clássica chinesa, como também portuguesa e macaense”: “Sem esquecer o crioulo português de Macau e elemento caracterizador da identidade macaense, como forma de o manter vivo, as actuações musicais integram ainda canções em patuá da autoria de Armando Santos e interpretadas pelo próprio”, acrescenta o comunicado.

O grupo actuou ao longo de uma semana no Fórum Cidade da Maia, no programa matinal “A Praça”, da Rádio e Televisão de Portugal (RTP), na Academia de Música do Espinho, na Praça Martim Moniz e no Largo do Intendente, em Lisboa, assim como na Ericeira e em Mafra, onde tocou no auditório da Casa da Cultura Jaime Lobo da Silva. A série de concertos terminou a 27 de Maio, no Museu do Oriente.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s