Francês Nicolas Delaroche revela trabalho feito em residência artística em Hangzhou

O francês Nicolas Delaroche, a viver actualmente na Suíça, apresenta-se na Galeria do Tap Seac com uma mostra que reúne fotografia, escultura e pintura realizados durante uma residência artística em Hangzhou. A escultura e pintura traduzem um processo de auto-observação e análise do artista, usando como inspiração os cenários e personagens de desenhos animados dos estúdios da Warner Brothers, nomeadamente do Coyote e de Bip Bip.

2017_第二十八屆澳門藝術節

A galeria do Tap Seac vai apresentar até 8 de Outubro “Constellation – Obras de Nicolas Delaroche”, uma mostra disposta em três espaços diferentes de exposição, com o propósito de revelar as outras tantas formas de expressão artística nas quais o artista se movimenta. A mostra abarca uma nova série de fotografia “First Seen”, intitulada “Um Bárbaro na China”, uma escultura em grande escala, denominada “O Rochedo”, e trabalhos de pintura resultantes de uma residência artística em Hangzhou, intitulados “The Adventures of the Coyote in China”.

A série de fotografias “First Seen” é composta por 80 trabalhos, resultado das observações e do estudo feito por Nicolas Delaroche de colecções de arte privadas na China Continental e em Hong Kong. O trabalho pretende suscitar no público uma reflexão sobre o significado das coleccões de obras de arte. Exposta na sala principal da galeria do Tap Seac, a série fotográfica convida os visitantes a explorar e a descobrir as imagens através de telescópios, podendo cada um tentar recriar o processo criativo do artista. Nesta colecção, Nicolas Delaroche usa o termo “bárbaro” “para caracterizar um estrangeiro que observa os contrastes de uma outra cultura, explorando e captando um mundo que vê pela primeira vez”, refere em comunicado o Instituto Cultural, entidade que organiza a exposição. A mostra integra o programa da 28.ª edição do Festival de Artes de Macau.

Na instalação “O Rochedo”, Delaroche recria a paisagem desértica do filme de animação “The Road Runner” usando um tecido branco para idealizar uma escultura insuflada gigante. A escultura dá entrada ao espaço onde se expõe a série de trabalhos realizados durante uma residência artística em Hangzhou e intitulados “The Adventures of the Coyote in China” (“As Aventuras do Coiote na China”). Para esta série Delaroche baseou-se na personagem “Coyote” da série de animação “The Road Runner” para conduzir um trabalho de auto-observação e análise que combina experiências e impressões da vida, conceito que se projecta também na instalação insuflada “O Rochedo”.

“The Road Runner” é um personagem de desenhos animados criado em 1949 por Chuck Jones para os estúdios da Warner Brothers, é conhecido em Portugal como “Bip Bip”, sendo o personagem que consegue sempre – dada a sua astúcia e velocidade – ludibriar o coiote faminto, que tenta capturá-lo com as mais inventivas artimanhas e armadilhas.

Nicolas Delaroche nasceu em 1985 em Laon, em França, mas reside actualmente na Suíça, tendo obtido o grau de mestre em arte contemporânea da Hochschule de Kunste Bern e uma licenciatura em fotografia da École cantonale d’art de Lausanne. As suas obras já foram expostas na Suíça, França, Itália e Estados Unidos da América, entre outros países. Os seus trabalhos fazem parte da colecção do Musée de l’Elysée e da Hochschule de Kunste Bern, ambos na Suíça. “Constellation – Obras de Nicolas Delaroche” foi inaugurada na sexta-feira passada e vai manter-se aberta ao público até 8 de Outubro na Galeria do Tap Seac.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s