Circuito de Vila Real com impacto económico directo de 15 milhões de euros

 

 

download.jpg

Vila Real ultima os preparativos para receber o Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC), em Junho, a principal competição a visitar o Circuito Internacional da cidade que, em 2016, teve um impacto económico directo de 15 milhões de euros.

A edição 2017 do Circuito Internacional de Vila Real realiza-se entre os dias 24 e 25 de Junho, fim de semana de provas do WTCC, e, depois, entre 08 e 09 de Julho: “Serão dois fins de semana com muita adrenalina, emoção e velocidade, dois fins de semana de grande espectáculo. Esperámos dois fins de semana de casa cheia e, cada vez mais, Vila Real afirma-se como a capital do automobilismo no país”, afirmou hoje à agência Lusa o presidente da câmara, Rui Santos.

O autarca referiu que, com esta nova fórmula, há mais um dia de prova e, ao mesmo tempo “potencia-se a estrutura que já existe e está montada”.

Por esta altura, está a ser montada a estrutura de segurança à volta da pista e, a nível do alojamento, já há unidades que estão esgotadas a um mês do arranque das corridas.

Segundo dados fornecidos pela autarquia, a edição de 2016 do circuito traduziu-se num impacto económico directo de cerca de 15 milhões de euros, com as principais despesas efectuadas pelos visitantes a repartiram-se entre o alojamento, refeições, transporte e souvenirs.

O Circuito Internacional de Vila Real é encarado como a “maior campanha de visibilidade da região”, não só nos meios de comunicação social nacionais como internacionais. Foram veiculadas 1.225 notícias nos órgãos de comunicação social e 4.057 publicações nas redes sociais.

Neste campo, o impacto financeiro mediático (AVE) nacional foi “de aproximadamente 12 milhões de euros”.

Segundo a autarquia, o AVE internacional “foi de 50 a 60 milhões de euros, com destaque para as 146 horas de transmissão televisiva, em 78 canais de televisão de todo o mundo”.

No conjunto dos três dias de provas, cerca de 198 mil espectadores assistiram às corridas, o que representou um acréscimo de 10 por cento relativamente a 2015.

Cerca de 60 por cento dos espectadores deslocaram-se de fora de Vila Real e, para 26 por cento, foi a primeira vez que estiveram em Vila Real, sendo o WTCC o motivo da vinda de 31 por cento dos visitantes.

Rui Santos salientou que a próxima edição representa um investimento de 1,5 milhões de euros, com apoio comunitário.

No primeiro fim de semana de corridas, realizam-se o WTCC, o European Touring Car Cup, o Campeonato Nacional de Clássicos de Circuitos até 1300 de ciilindrada e Campeonato Nacional de Clássicos de Circuitos com mais de 1300.

Na cidade transmontana será introduzida uma nova componente no WTCC, a “joker lap”, que quer aumentar a competição do espetáculo.

Rui Santos espera ainda que possa concretizar-se a estreia de um piloto de Vila Real no WTCC e admitiu que se está a tentar que os carros de competição possam desfilar pelo antigo e original circuito.

Serão ainda instalados simuladores para quem quiser experienciar uma viagem a toda a velocidade pela pista transmontana.

Como novidades deste ano, o autarca destacou também o regresso à cidade de uma categoria internacional de fórmulas, com a vinda da Fórmula 4, acompanhada pelo TCR Ibérico (onde se inclui o Campeonato Nacional de Viaturas de Turismo), o Campeonato Nacional Legends, o troféu Super 7 by Kia e um Festival de Motos.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s