Responsável por templo na Travessa de Coelho do Amaral diz que espaço religioso está em risco  

 

3.Sin Fong.jpg

Kuong Pui King, responsável pela gestão do Templo de Sin Fong situado na Travessa de Coelho do Amaral, chamou ontem a atenção, em declarações à emissora em língua chinesa da Rádio Macau, para a necessidade de submeter o edifico a obras de reabilitação urgentes. Para além de ser alvo de infiltrações recorrentes, que por vezes alcançam os queimadores de incenso, os responsáveis pelo templo viram parte de uma das paredes da estrutura ruir e mostram-se também preocupados com o desgaste do chão e com o facto da estrutura religiosa ainda se servir de um poço, cuja água está contaminada. Kuong Pui King espera que o Governo mostre disponibilidade para se inteirar dos problemas do templo.

Ieng Weng Fat, presidente da Sociedade de Património de Macau, defendeu, por sua vez que o espaço dever ser colocado na lista dos templos que devem ser conservados e adicionados à lista de património cultural. Ieng instou o Governo a estabelecer mecanismos específicos de conservação e protecção de templos que tenham sido certificados com o estatuto de imóveis com interesse patrimonial.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s