Instituto de Habitação vai aceitar recomendações do CCAC

5717c499aeefb

O presidente do Instituto de Habitação, Arnaldo Santos, afirmou ontem, de acordo com a emissora em língua chinesa da Rádio Macau, que as recomendações do Comissariado Contra a Corrupção sobre inclusão dos cônjuges no preenchimento dos agregados familiares vão ser respeitadas.

Realçando que há que analisar cada situação em concreto, após a divulgação do relatório do CCAC, Arnaldo Santos admitiu que caso as disposições legais tenham sido cumpridas, que os candidatos à habitação económica que se casaram já na fase de espera não vão ter problemas. Nestes casos, os candidatos – alguns dos quais já residem nas fracções em questão – não precisam de declarar o cônjuge como parte do agregado familiar.

Também à emissora em língua chinesa da Rádio Macau, a deputada Ella Lei explicou que em muitos dos casos os compradores das fracções já habitam os imóveis, mas que devido a atrasos do lado do Governo ainda não assinaram a escritura do imóvel. A deputada ligada  ﷽﷽﷽﷽﷽﷽﷽﷽. A deputada ligada `ido a demorar do lado do Governo ainda ns autocarros para o transporte de funcionà Federação das Associações dos Operários de Macau pediu ao Governo para que agilizasse o processo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s