Operários querem implementação de sistema para expulsão de não-residentes

3.Lei.jpg

A Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM) querem que o Governo comece a implementar o mais brevemente possível o mecanismo para expulsar os trabalhadores não-residentes de Macau.

À emissora em língua chinesa da Rádio Macau, a vice-presidente do organismo, Ella Lei Cheng I, explicou que no sector da construção civil são cada vez mais os trabalhadores que se queixam de falta de vagas.

Além disso, Ella Lei espera que o Governo cumpra a promessa de implementar o salário mínimo em todos os sectores até 2019, e que como tal deve começar a consulta pública sobre as alterações à lei.

A FAOM esteve ontem no NAPE a oferecer presentes aos trabalhadores, uma forma de assinalar o Dia do Trabalhador, que se celebra na segunda-feira. Por sua vez o presidente da Direcção da FAOM, Leong Wai Fung, explicou que nesse dia a federação vai reunir-se da Praça da Amizade, num evento que vai contar com a participação de oito associações.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s