Wang Xiandi tirou mestrado na MUST mas não é licenciada

MUST.jpg

A Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST) permitiu que a co-arguida do caso Ho Chio Meng, Wang Xiandi, frequentasse e concluísse um mestrado em Direito nesta instituição, apesar de não ser licenciada. A revelação foi feita ontem pelo investigador do Comissariado Contra a Corrupção Chou Wai Ieong, em mais uma sessão do julgamento de Ho Chio Meng.

De acordo com o investigador, Wang Xiandi apenas completou uma formação no Interior da China. A afirmação foi sustentada pelo diploma que a co-arguida apresentou com a candidatura ao mestrado em Direito. A alegada informadora do Governo Central, acabaria por ser aceite e frequentar a instituição entre 2006 e 2009. Wang Xiandi escreveu mesmo uma tese sobre “corrupção internacional”, explicou Chou Wai Ieong esta segunda-feira no Tribunal de Última Instância.

O PONTO FINAL contactou a Universidade de Ciência e Tecnologia sobre esta situação, mas a instituição de ensino superior apenas forneceu uma resposta geral sobre a aceitação de alunos em cursos de mestrado que não são licenciados: “Os candidatos que não tem licenciatura, têm a sua candidatura para mestrados avaliada com base no seu nível educacional equiparado”, explicou a instituição.

Em relação ao caso de Wang Xiandi e aos procedimentos adoptados pela MUST para evitar falsificação, por parte dos candidatos, dos dados apresentados nas candidaturas, a Universidade de Ciência e Tecnologia ignorou as questões colocadas pelo PONTO FINAL.

Por sua vez o Gabinete de Apoio ao Ensino Superior (GAES) explicou que “a candidatura à inscrição no mestrado está condicionada à titularidade do grau de licenciatura ou a este equiparado”.

O GAES disse ainda que “nos últimos anos tomou a iniciativa de fazer verificações sobre as qualificações académicas dos estudantes ‘in loco’, de forma a garantir que a inscrição nas instituições é feita de acordo com a lei”. Sobre as irregularidades, o Governo diz que resolve as situações e aplica eventuais penalizações também seguindo a legislação.

Segundo o actual regime do Ensino Superior – que está em vias de ser substituído por uma nova lei que se encontra em discussão na Assembleia Legislativa – a decisão sobre se uma formação pode ser equiparada a licenciatura depende da “decisão do órgão científico-pedagógico da respectiva instituição”.

 

J.S.F.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s